Diadema é exemplo de sustentabilidade para estudantes do Projeto Rondon

160 0

Da Redação – “Diadema nos surpreendeu positivamente. O município já está muito avançado em relação à sustentabilidade. A Prefeitura desenvolve hortas comunitárias que vão além da horta escolar e que contribui para um senso de empreendedorismo e economia solidária”. Esta é a avaliação da professora do curso de Engenharia Ambiental da Universidade Metodista de São Paulo, Tassiane Pinato, ao final do Projeto Rondon.

Durante a última semana, 28/01 a 01/02, alunos, professores e colaboradores da Prefeitura de Diadema realizaram diversas ações com o objetivo de estimular a melhoria do bem-estar social e contribuir para o desenvolvimento da cidade.

“Foi uma semana muito rica e cheia de trocas e aprendizado entre a prática e a teoria. O Projeto Rondon nos trouxe as novidades e metodologias que a academia utiliza e nós, enquanto poder público, mostramos o que acontece na prática depois da academia”, destacou a secretária interina de Assistência Social e Cidadania, Caroline Rocha.

A parceria com o Projeto Rondon é uma iniciativa da Secretaria de Assistência Social e Cidadania e visa aproximar os estudantes universitários da realidade que compõe a cidade. Essas ações foram resultado da primeira visita, realizada em julho do ano passado, na qual os alunos fizeram um diagnóstico com os possíveis campos de atuação.

“Juntamos os saberes e o resultado foi muito proveitoso. Além de toda troca de experiência, foi um momento para ouvir da academia quais são as novidades e um momento para fazermos, também, uma capacitação tanto dos funcionários quanto da comunidade. Gostaria de agradecer a equipe do Projeto Rondon pela contribuição para a cidade de Diadema”, completou Caroline Rocha.

“O Projeto Rondon proporciona esse aprendizado com os facilitadores do município, a prática do dia a dia, com o objetivo de levarmos de volta para a universidade mais experiências para contribuir em novas formas de estudo e aprendizado”, ressaltou a professora Tassiane Pinato.

Além de realizar a plantação da horta escolar na E.E. João Ramalho na quinta-feira, os alunos puderam conhecer a cidade e oferecer oficinas de horta comunitária, de direitos humanos, de elaboração e gestão de projetos sociais e palestra voltada para empregabilidade durante a semana.

Andressa Azevedo do Nascimento, usuária do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da SASC em parceria com a Sodiprom, participou da palestra de empregabilidade e contou sobre a experiência. “Nessa oficina, eu me conheci melhor e isso vai me ajudar bastante a definir meus objetivos de acordo com o que eu gosto”.

“O nosso objetivo com a palestra de empregabilidade foi despertar na comunidade um ponto de vista diferente sobre este assunto. O munícipe não precisa só de uma vaga de emprego, ele precisa se encontrar, entender qual é o perfil dele”, contou Ligia Mastromano Bontempo, estudante de fisioterapia da Universidade Metodista de São Paulo.

O Projeto Rondon conta com diversas instituições de ensino, como a Faculdade de Medicina do ABC, Universidade Metodista de São Paulo, a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, a Universidade de São Paulo, a Universidade Presbiteriana Mackenzie, a Universidade Santo Amaro, a Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva, entre outras.

“O Projeto Rondon está sendo essencial para a minha formação. Ele melhora nossa empatia com as pessoas, a comunicação, além de nos fazer enxergar outro lado, um ponto de vista diferente do universitário”, completou Ligia Mastromano.

“O município é bem estruturado e conta com uma equipe técnica muito boa. Nós aprendemos muito mais do que ensinamos. A semana foi muito produtiva”, contou Ygor de Oliveira Navarro, aluno de enfermagem da FHO|Uniararas.

O encerramento aconteceu na última sexta-feira, 01/02, no Jardim Botânico de Diadema. A equipe está construindo um relatório das atividades que foram desenvolvidas no município.

“O aprendizado foi muito grande, em especial por toda a troca que foi estabelecida entre professores, facilitadores e alunos. Outro ponto importante é que esses dias em Diadema fizeram com que eu mudasse meu conceito sobre a cidade. Fiquei encantada com tudo que a cidade tem para oferecer e com toda a preocupação que os gestores demonstraram ter no estabelecimento de melhorias”, relatou a professora de Recursos Humanos da Universidade Metodista de São Paulo, Rosana Gribl Vellucci.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Diadema é exemplo de sustentabilidade para estudantes do Projeto Rondon"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *