Zé Guilherme recebe convidados em nova temporada do EntreMeios

37 0

Da Redação – Em março, Zé Guilherme retoma a série de lives EntreMeios, na qual recebe artistas e profissionais para falar sobre assuntos diversos. Os bate-papos, ao vivo, acontecem em sua página @zeguilhermeoficial no Instagram. A programação tem início no dia 2 de março (terça) com o escritor e poeta Hang Ferrero, às 21h, em um papo descontraído sobre Canção & Poesia.

Na sequência, Zé Guilherme recebe: Luana Mascari (cantora, compositora, pianista e professora de música – 9/3) para um bate-papo musical sobre Piano & Voz; Mafê Probst (social media e escritora – 16/3), para falar sobre Arte & Redes Sociais; Luis Felipe Gama (pianista, compositor, arranjador e professor de música – 23/3), numa entrevista norteada pelo tema Fazer Canção; e Dra. Rita Carmona (médica dermatologista veterinária – 29/3) em conversa que terá A Pele dos Pets como tema. Com exceção da última data, que é numa segunda-feira, todos os encontros acontecem na terça-feira, sempre às 21h.

EntreMeios é um projeto iniciado em junho de 2020. Várias personalidades agregaram conhecimento e arte às lives de Zé Guilhereme: o estilista Ton Moreira, o empresário da noite Tiaguinho Santo, a cantora Ana Luiza, a escritora Monika Jordão, o escritor Davi Aquino, os músicos compositores Cezinha Oliveira, Marcelo Quintanilha e Matheus Ferreira, o cantor/ator Mario Tommaso, o músico/publicitário Serginho Rezende, a produtora Lili Molina, a cantora/atriz Luciana Grillo, o multi-artista Flakes, a psicanalista Leliane Moreira, o diretor do Mix Literário Alexandre Rabelo e a cantora Vania Abreu.

Programação março/2021 – EntreMeios

Gratuito. Livre. Instagram – @zeguilhermeoficial

2 de março. Terça, às 21h

Convidado: Hang Ferrero – Tema: Canção e Poesia

O escritor e poeta Hang Ferrero é também produtor cultural, criador das performances poéticas Casa de Ferrero Espetos de Pau e Origens. É membro correspondente internacional da Academia de Letras do Brasil/Suíça e membro da Academia de Letras de Balneário Camboriú, além de fundador e primeiro diretor da Academia Mirim de Letras da ALBSC – Seccional Itajaí/SC. Como palestrante e oficineiro, comanda O Fazer Poético, que faz um mergulho, sob a ótica das causas poéticas, na tarefa de promover e fomentar o fazer literário e suas implicações na sociedade.

9 de março. Terça, às 21h

​ Convidada: Luana Mascari – Tema: Piano & Voz

Cantora, compositora, pianista, ukulelista e educadora musical, natural de Caraguatatuba (SP), Luana Mascari dedica-se à música há 17 anos. Como artista autônoma, lançou uma sequência de cinco singles que foram compilados no EP Sem Filtro. As canções abordam temáticas que vão da imersão tecnológica com “Algoritmo” (uma das músicas selecionadas no Festival Nacional da Canção – FENAC 2020) até a intolerância religiosa com “Me Deixa com Meu Orixá”, passando pela calmaria da premiada canção “Tudo Bem”, que soma hoje mais de 60 mil plays nas plataformas de streaming e YouTube. Como educadora musical, possui seu próprio espaço para aulas e leciona ukulele em uma das maiores plataformas de música da América Latina, o Cifra Club.

16 de março. Terça, às 21h

Convidada: Mafê Probst – Tema: Arte & Redes Sociais

Natural de Santa Catarina,residente em São Paulo, Mafê Probst é engenheira química, escritora e criadora de conteúdo, social media e mente criativa. Criou, em 2006, o seu primeiro blog, Bonequinha de Seda (ou Palavras e Silêncios). Lançou o primeiro livro, Saudade em Preto & Branco (Ed. Penalux), em 2013, que reúne contos, crônicas e cartas, e Como Morrer Todos os Dias – Crônicas de Solidão, em 2017, escrito junto com Céres Feslki. Também participa de coletâneas: Apanhador de Sonhos (grupo Verbo e Maresia), Mares Poéticos (da Academia Brasileira de Letras de Santa Catarina – seccional Itajaí), Verso, Prosa e Outros Labirintos (Ed. Ipê Amarelo e Traços & Capturas) e Aglomerados (recém-lançado pela Ed. Qualis). Foi colunista nos sites Entre Todas as Coisas (de Daniel Bovolento), Superela e A Soma de Todos os Afetos (de Fabíola Simões), tendo alguns textos publicados nos portais MTV e Catraca Livre. Em 2018, criou o blog E Aí, Guria?, voltado ao protagonismo feminino. É cofundadora da Consoarte, projeto literomusical que promove saraus, encontro de escritores e divulga artistas. Recentemente, criou o projeto Permita-se Ser, pautado em textos sobre autoconhecimento e auto-acolhimento.

23 de março. Terça, às 21h

Convidado: Luis Felipe Gama – Tema: Fazer Canção

Pianista, arranjador, letrista e compositor, Luis Felipe Gama lançou quatro discos em duo com a cantora e compositora Ana Luiza. Com arranjos para a obra de Tom Jobim, destacou-se no projeto Homenagem à Música Brasileira, no qual também se apresentaram Paulinho da Viola, Ney Matogrosso, Dominguinhos e outros. Possui parcerias com Arrigo Barnabé, Pablo Milanés, Zeca Baleiro, Chico César, Márcio Borges, Délcio Carvalho, Natan Marques, Mauricio Carrilho e Guinga com quem compôs “O Silêncio de Iara”, elogiada por Chico Buarque como “a canção do século”. Para Chico, a pedido de Haydée Milanés, arranjou e executou “O Que Será, Que Será”, em 2012; cuja amizade resultou em turnê cubana e na volta do duo a Havana, em 2013, para shows e gravações, uma delas “Mi Última Reina”, música de Luis Felipe e letra de Pablo Milanés. Como instrumentista, já tocou ao lado de Proveta, Toninho Carrasqueira, Zeca Assumpção, Robertinho Silva, Fábio Zanon, Jorge Reyes (Chucho Valdés) e Enrique Plá (grupo Irakere) e outros. Gravou com Milton Nascimento, Chico Buarque, Ney Matogrosso, Elba Ramalho, Dominguinhos, Alcione, Mauricio Pereira, Guinga, Simone Guimaraes, Cida Moreira, Fátima Guedes e as cantoras portuguesas Simone de Oliveira, Susana Travassos, Joana Amendoeira e Maria João. Apresentou obra e arranjos próprios à frente da Orquestra Jazz Sinfônica. Compôs a trilha do espetáculo A Dama das Camélias, dirigido por Roberto Cordovani. Em 2019 celebrou os 25 anos de duo com Ana Luiza em shows ao lado de Arrigo Barnabé e Cida Moreira e estreando novo trabalho ao lado de Zeca Baleiro, com parcerias entre os três artistas.

29 de março. Segunda, às 21h

Convidada: Dra. Rita Carmona – Tema: A Pele dos Pets

Rita Carmona é médica dermatologista veterinária com graduação e mestrado pela FMVZ-USP. Além de ser Diretora Científica da Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária e sócia fundadora do Vetsapiens – Conectando Conhecimento, Dra. Rita destaca-se também como professora de Clínica de Pequenos Animais da Universidade Anhembi Morumbi e do curso de pós-graduação em Dermatologia Veterinária da Equalis. Atua também no serviço de dermatologia do Naya Especialidades Veterinária e Provet Centro de Diagnóstico e Especialidades Veterinárias.

Zé Guilherme

Com mais de 20 anos de carreira e quatro discos lançados, além de três singles, Zé Guilherme é cearense de Juazeiro do Norte, radicado em São Paulo. Gravou, em 2000, o primeiro CD, Recipiente (Lua Discos), com arranjos de Swami Jr., que contempla sua origem nordestina e a música universal brasileira em um trabalho com a força da raiz e do pop do Brasil. Sua interpretação para “Mosquito Elétrico” (Carlos Careqa) foi incluída na coletânea Brazil Lounge: New Electro-ambient Rhythms from Brazil, da gravadora portuguesa Música Alternativa. Tempo ao Tempo chegou, em 2006, com uma linguagem pop mais contemporânea em arranjos de Serginho R. Já o terceiro disco, Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva (2015), pousa na época clássica e romântica da música brasileira, no qual o artista faz releituras delicadas de obras imortalizadas pelo “cantor das multidões”. O trabalho tem arranjos e direção musical de Cezinha Oliveira, assim como o mais recente, Alumia (2018), no qual assina a maioria das canções. Em 2020, lançou Alumia ‘Remix’ com produção de Waldo Squash (Uaná System), trazendo o sotaque paraense do carimbó eletrônico para a faixa-título. Atualmente, trabalha no lançamento do single Marcas (canção em parceria com Mario Tommaso), primeira música de uma série de cinco, que pretende produzir e compilar em seu primeiro EP. Zé Guilherme também participou do CD Cezinha Oliveira (2003), do disco São Paulo e a Lua – 450 Anos (Lua Discos, 2004) e do álbum Com os Dentes – Poesias Musicadas (2007,de Reynaldo Bessa).

Site – www.zeguilherme.com.br

Facebook: @oficialzeguilherme | Twitter: @zeguilhermeofic | YouTube: Zé Guilherme Oficial

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Zé Guilherme recebe convidados em nova temporada do EntreMeios"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *