Zé Guilherme canta Orlando Silva em show no Bar do Nelson

185 0

Da Redação – No dia 27 de junho (quinta), o Bar do Nelson recebe show do cantor e compositor Zé Guilherme que apresenta, às 21h, o repertório de seu terceiro CD, Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, lançado em 2015.

O disco é uma homenagem a um dos mais significativos intérpretes da música popular brasileira, que completaria 100 anos na época do lançamento. O trabalho é norteado por uma releitura delicada e pessoal de 18 canções gravadas pelo Cantor das Multidões, selecionadas por Zé Guilherme em um longo processo de pesquisa sobre sua trajetória.

O repertório de Abre a Janela é formado por: “A Jardineira” (Benedito Lacerda e Humberto Porto), “Dama do Cabaré” (Noel Rosa), “A Primeira Vez” (Armando Marçal e Bide), “Abre a Janela” (Marques Júnior e Roberto Roberti), “Aos Pés da Cruz” (Marino Pinto e Zé da Zilda), “Faixa de Cetim” (Ary Barroso), “Lábios Que Beijei” (J. Cascata e Leonel Azevedo), “Lealdade” (Wilson Batista e Jorge de Castro), “Malmequer” (Newton Teixeira e Cristovão de Alencar), “O Homem Sem Mulher Não Vale Nada” (Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti), “Pela Primeira Vez” (Noel Rosa e Cristovão de Alencar), “Preconceito” (Marino Pinto e Wilson Batista) e “Alegria” (Assis Valente e Durval Maia), entre outras.

A apresentação de Zé Guilherme no Bar do Nelson tem participação dos músicos Adriano Busko (percussão), Cezinha Oliveira (direção musical, violão e vocal), Maik Oliveira (cavaquinho) e Pratinha Saraiva (flautas).

O Bar do Nelson é uma das casas da empresária Lilian Gonçalves, fundada para homenagear seu pai, o cantor Nelson Gonçalves. O Bar do Boêmio, que fica no bairro da Santa Cecilia, é decorado por vinis e fotos sobre da trajetória de Nelson na música brasileira. Ponto de encontro dos fãs do cantor, a casa tem opções temáticas no cardápio como o Picadinho do Boêmio.

Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva

A trajetória de Orlando Silva foi marcada por apurado critério na escolha das canções. Ele só cantava o que lhe tocava a alma. O colorido, o swing e a brasilidade da sua obra foi o mote principal das escolhas de Zé Guilherme. A seleção levou em consideração, além da afinidade artística, a época de seu apogeu – de 1935, quando gravou o primeiro disco, até 1942. O roteiro contempla um perfil mais leve e alegre do cantor como na maioria dos sambas que trazem sempre um toque de humor nas letras.

A produção musical é assinada por Cezinha Oliveira que utilizou elementos clássicos nos arranjos como piano, baixo acústico, acordeon, trombone e violão de sete cordas, entre outros, valorizando a sonoridade do disco sem cair no mero saudosismo. Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva foi concebido com base na interpretação, nos arranjos e nas composições, mostrando que a chamada “música antiga” do Brasil pode se manter clássica em sua origem, popular em sua apresentação e sofisticada em sua concepção.

Sobre a concepção dos arranjos, Cezinha explica que, para todos os sambas, inspirou-se nos conjuntos regionais e nas orquestras que acompanhavam os artistas nas rádios. O instrumental era, geralmente, formado por acordeom, violão, percussão e instrumento solo de sopro. Apenas as marchinhas “A Jardineira” e “Malmequer” seguem outro caminho. A primeira tem introdução influenciada pela música barroca e a segunda ganhou um andamento mais jazzístico.

Serviço – Show de Zé Guilherme, em Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva,  na quinta-feira (27), às 21h. Ingressos: R$ 30,00. Faz reservas. Aceita cartões. Não recomendado para menores de 18. Duração: 1h30. Bar do Nelson – R. Canuto do Val, 83 – Santa Cecilia, SP/SP. Tel: (11) 3224-0586 / 3338-2525 / 3226-0584. Ar condicionado. Acessibilidade. Serviço de estacionamento. 300 lugares

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Zé Guilherme canta Orlando Silva em show no Bar do Nelson"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *