Vôlei Nestlé decide em casa uma vaga na final do Paulista

337 0

Da Redação – O Vôlei Nestlé está em vantagem no confronto semifinal do Campeonato Paulista e recebe o São Cristóvão Saúde/São Caetano nesta sexta-feira (14), às 19h, no José Liberatti, de olho na vaga para a sexta final consecutiva da competição. A partida terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

Atual tetracampeão, o time de Osasco venceu o rival do ABC na última segunda-feira (10), por 3 sets a 0. No segundo e decisivo compromisso, a líbero Camila Brait e suas companheiras garantem a classificação para a decisão com qualquer vitória. Em caso de revés, os clubes jogarão o Golden Set, parcial extra que definirá o vitorioso.

Camila Brait é a única atleta do elenco atual que esteve nas cinco finais seguidas do Paulista e sabe que a vitória no primeiro encontro não traz nenhuma garantia ao Vôlei Nestlé. “Ganhamos o primeiro jogo, mas isso não garante absolutamente nada. Se perdermos a segunda partida e o Golden Set estaremos fora da competição. Lógico que foi bom vencer em São Caetano. Porém, tudo se decide neste confronto em Osasco. Na semifinal de 2014 perdemos a primeira em casa e conseguimos reverter a situação na segunda jogando fora. Será uma partida dura e precisamos de concentração o tempo inteiro”, afirma a defensora.

A líbero acredita que agressividade e paciência precisam caminhar juntas para que as chances de vitória aumentem. “São Caetano é um time que defende bem e precisamos manter a calma. Nossa virada de bola deve ser efetiva. Não podemos rifar bolas e nem nos afetarmos com o volume defensivo delas. Acho que paciência e agressividade serão determinantes para conquistar a vaga na decisão. É preciso cuidado para não deixar que cresçam na partida, pois é um adversário que se dermos chances pode nos complicar”, ressalta Brait.

Este será o quarto duelo entre os clubes na temporada. O Vôlei Nestlé estreou em 2016/17 diante do São Cristóvão Saúde/São Caetano e aplicou 3 sets a 1 na semifinal da Copa São Paulo. O jogo foi realizado no José Liberatti com parciais de 23/25, 25/20, 25/22 e 25/17. Na ocasião, Paula foi a maior pontuadora com 26 acertos. No Paulista, a partida também foi em casa e a vitória pelo mesmo placar: 27/25, 22/25, 25/12 e 25/19. A oposta novamente se destacou e foi a atleta que mais colocou bolas no chão, com 24 pontos. No primeiro confronto pela semifinal, o time de Osasco superou o rival por 3 a 0, parciais de 25/18, 25/23 e 25/18. Assim como nos encontros anteriores, Paula liderou a pontuação com 18 acertos.

Histórico de Osasco no Paulista – O Vôlei Nestlé é o atual tetracampeão Paulista. O time de Osasco venceu Campinas, em 2012, o Sesi, em 2013, o São Cristóvão Saúde/São Caetano, em 2014, e o Sesi, em 2015. São cinco decisões consecutivas, com quatro títulos e um vice-campeonato em 2011. O clube detém a hegemonia de troféus na competição estadual, com 13 conquistas. O clube da cidade foi campeão nas edições de 1996, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014 e 2015.

Nutrindo os Sonhos dos Jovens – De olho no futuro e na nova geração do vôlei brasileiro, o Vôlei Nestlé reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global “Nutrindo os Sonhos dos Jovens”, lançado pela Nestlé na Europa em 2013 e que chegou ao Brasil no final de 2015. O time para a temporada 2016/17 apresenta uma mescla de atletas experientes com jovens que buscam espaço em um clube tradicional como Osasco. Jogadoras vitoriosas e consagradas como Carol Albuquerque, Dani Lins, Tandara e Camila Brait serão as mentoras das novatas. O programa está voltado para a capacitação de jovens para qualificá-los profissionalmente.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Vôlei Nestlé decide em casa uma vaga na final do Paulista"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *