Jander defende dissídio do funcionalismo e cobra convênio médico

918 0

Da Redação – O vereador Professor Jander Lira, de São Caetano, fez uma defesa enfática em seu pronunciamento no Plenário sobre o dissídio salarial do funcionalismo público da cidade de São Caetano. Segundo o vereador, a cidade tem, da parte legal, uma margem muito grande para oferecer um aumento salarial para o dissídio coletivo do funcionalismo municipal.

Jander citou os dados apresentados pelo Secretário da Fazenda, em audiência pública, que mostrou que no primeiro quadrimestre a Despesa com Pessoal está em 38,8%, enquanto o limite legal é de 54%. Já na questão financeira, Jander também recordou os dados apresentados pela Fazenda, que tem R$ 70 milhões em caixa nos cofres municipais. Dessa forma, “não há motivos nem legais nem financeiros para o Executivo não negociar o aumento salarial”, questiona o vereador.

Na mesma sessão, Jander informou que faz 100 dias que ele protocolou uma indicação ao Executivo para acelerar a implantação do novo Plano de Saúde aos funcionários públicos. Ele comentou que até a Secretária da Saúde reclama que está prejudicando o atendimento do público em geral, devido à alta demanda dos funcionários públicos que estão sem Plano de Saúde. Segundo Jander, em relação aos demais municípios do Grande ABC, o nível salarial de São Caetano é um dos mais baixos da região.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Jander defende dissídio do funcionalismo e cobra convênio médico"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *