Vacinas de Oxford começam imunizar idosos em Ribeirão Pires

45 0

Idosa que venceu a Covid-19 foi a primeira a ser imunizada na cidade  

Da Redação – Adolfina Perez, de 88 anos, enfermeira aposentada, foi a primeira idosa internada em Instituições de Longa Permanência (ILPI) a ser vacinada em Ribeirão Pires. A aplicação da vacina de Oxford, do laboratório AstraZeneca, aconteceu por volta das 15h, na Clínica de Repouso Geroclin.

“Estava muito ansiosa. É um momento esperados por todos. Demorou um pouco, mas, graças a Deus, estamos imunizados”, celebrou Adolfina que brincou após a aplicação do imunizante. “É um chute no coronavírus. Podem tomar que não dói, não faz mal”, disse.

Para o secretário de Saúde de Ribeirão Pires, a vacinação dos idosos que estão em casas de repouso representa o início de uma nova fase. “Hoje demos mais um passo importante para a saúde dos nossos idosos que estão internados nas ILPIs. É esse cuidado humanizado que nos dá a esperança que dias melhores virão. Esperamos, em breve, iniciar também as vacinação de todos os idosos da nossa cidade”, comentou.

A Casa de Repouso Geroclin é uma das 10 Instituições de Longa Permanência existentes no município. Nela moram 12 idosos e trabalham nove profissionais, entre enfermeiros, médico, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo e gestor. Ao todo, Ribeirão tem 189 idosos internados e 172 profissionais que trabalham nessas instituições.

Vacina de Oxford – por volta das 9h30 desta terça-feira (26), Ribeirão Pires recebeu 1240 doses da vacina de Oxford, produzidas pelo laboratório Astrazeneca, e que fazem parte do lote importado pelo Governo Federal. Com mais essas doses, a cidade pretende concluir a imunização dos profissionais da saúde e iniciar a vacinação de idosos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Vacinas de Oxford começam imunizar idosos em Ribeirão Pires"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *