Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais

2703 1

Da Redação – A Prefeitura de Mauá, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, alerta a população que a vacina contra a febre amarela não faz parte do calendário vacinal vigente na cidade. O público alvo é formado somente por pessoas que irão se deslocar para áreas consideradas de risco para a transmissão da doença. No País, há hoje 95 municípios com recomendação temporária de vacinação, a maioria localizada na região Sudeste, e 3.529 com recomendação permanente.

Embora não tenha nenhum caso registrado da doença, a cidade registrou alta no número de doses aplicadas nas unidades de Saúde em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 38 doses aplicadas em janeiro de 2016, contra 1.050 este ano. Em todo o ano passado, foram 661 imunizações contra febre amarela. O município recebe número de vacinas suficiente para atender o público alvo. Até o dia 3 de fevereiro, foram enviadas pelo Ministério da Saúde 3.050 doses.

Se não há indicação, a pessoa deve evitar a vacina, já que estará sujeita aos efeitos colaterais. O mais comum é a dor no local de aplicação, que se apresenta em 4% dos adultos e um pouco menos em crianças pequenas. É de curta duração, de intensidade leve a moderada e ocorre entre o primeiro e segundo dias após a aplicação.

Também pode ocorrer febre, dor de cabeça e dor muscular em aproximadamente 4% dos que se vacinam pela primeira vez e em menos de 2% dos que tomam a segunda dose, nos três primeiros dias após a imunização. Há ainda riscos mais graves, embora a incidência seja menor. No Brasil, entre 2007 a 2012, reações de hipersensibilidade (reação anafilática) e doença neurológica aguda (encefalite, meningite, entre outras) ocorreram na proporção de 0,42 casos por 100 mil doses administradas.

A vacina deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes da viagem ao local de risco. No caso de pessoas com mais de 60 anos, é necessária avaliação médica. A imunização só não é recomendada para gestantes e mulheres que estejam amamentando crianças de até 6 meses.

SAIBA MAIS – A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, transmitida pela picada de mosquitos transmissores infectados. Em ambientes urbanos, a transmissão ocorre pela picada do Aedes aegypti infectado, mesmo vetor da dengue, chikungunya e zika vírus. Em ambientes silvestres, os transmissores são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. Complicações podem ocasionar morte.

Total 2 Votes
1

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Vacina contra febre amarela pode causar efeitos colaterais"

  1. Reinaldo Rodrigues

    Bom dia! Tomei a vacina dia 17/11/17 no momento da vacina senti uma dormência em 3 dedos da mão levou cerca de 4 horas para passar o efeito, após 4 dias não estou aguentando de calafrio, febre, dor nas costas não consigo colocar uma camisa que já doí, fiquei preocupado e comecei a pesquisar e foi pior… Por favor alguém poderia me esclarecer se isso é normal ou devo procurar um médico de imediato? Obrigado!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *