Vá dizer ao palmeirense que o Mundo não é verde…

631 0

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 16265886_1386187048120367_3685807754042919719_n-1.jpg

* Márcio Trevisan – O título que o Palmeiras obteve na noite deste domingo, 7/3, além de ter sido o quarto da temporada de 2020 – e não o terceiro, como dizem muitos, já que o clube conquistou em janeiro de 2020 também a Florida Cup –, serviu também para isolar o Verdão ainda mais na liderança do ranking brasileiro.

O tetracampeonato da Copa do Brasil foi a 15ª conquista alviverde em nível nacional, pois se juntou a 10 Campeonatos Brasileiros (1960, 1967, 1967/Taça Brasil, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016 e 2018) e à Copa dos Campeões (2000).  Tal hegemonia é digna de maiores elogios quando se leva em conta que o time ficou quase 17 anos – entre 1977 e 1992 – sem levantar uma única taça relevante.

Mas falemos da partida final da Copa do Brasil. O futebol é feito de detalhes, e em razão de um deles a vitória palmeirense acabou vindo de forma mais fácil: se Pepê não fura o cruzamento logo aos 2 minutos de jogo, tudo o que o Verdão construiu no jogo da semana passada teria ido embora num piscar de olhos. Por outro lado, se Rony, mais uma vez, não perdesse a excelente chance na cara de Paulo Victor, teria a equipe de Abel Ferreira ampliado sua vantagem ainda no 1º tempo. Mas, como sabemos, o “se” não joga.

Só que esta conquista não se deu apenas pelo que escrevi acima. Tanto em Porto Alegre/RS (enquanto teve 11 jogadores em campo) quanto em São Paulo/SP, o alviverde foi superior ao Grêmio/RS. Aliás, nas duas partidas que fez contra os gaúchos pelo Brasileirão, também foi melhor, e só não as venceu porque vacilou nos últimos minutos de ambos os jogos. Em outras palavras: mesmo diante das limitações que possui, o Palmeiras é melhor do que o Grêmio/RS, e que me perdoem todos os colegas que pensam de forma diferente.

Outra prova que a equipe paulista mereceu este tetracampeonato da Copa do Brasil foi que em nenhum momento ela se mostrou totalmente dominada pelo adversário. É verdade que quando ficou com um jogador a menos no primeiro jogo e nos 10 minutos iniciais da segunda partida o Grêmio/RS lhe foi superior, mas nem assim criou chances claras de gol. Basta verificar que em nenhum dos jogos Weverton operou um de seus já conhecidos milagres. E se o goleiro palmeirense não precisou trabalhar tanto quanto em outros momentos, isso se deu porque, taticamente, sua equipe foi quase perfeita nestas finais.

Um outro motivo que faz a galera “porquinha” esfregar as mãos é que Abel Ferreira já conquistou dois títulos importantíssimos (e em apenas 122 dias de clube) sem ter tido tempo para treinar. Imaginem, então, quando o calendário voltar ao normal e ele puder, enfim, colocar em prática aquilo que pensa sobre futebol? Pelos lados da Academia, já há quem sonhe com um novo período de ouro, como os vividos nos anos 60, 70 e 90.

Aliás, nos próximos dias o time paulista poderá ser campeão de novo. É que acontecerá a final da Supercopa do Brasil (em data ainda a ser confirmada pela CBF) contra o Flamengo e a disputa da Recopa Sul-Americana, diante do Defensa y Justicia/ARG, e 07/04 e 14/04. Se diante do atual melhor time do País as chances de vitória não são lá muito grandes para o Verdão, dada a pequenez do adversário argentino, a possibilidade de levantar mais um caneco internacional é gigantesca.

Por tudo isso, ai de quem tentar dizer ao palmeirense que o mundo não é verde…

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 16265886_1386187048120367_3685807754042919719_n-1.jpg
Márcio Trevisan

* Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 32 anos. Começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde atuou por 12 anos. Passou, também, pelas assessorias de Imprensa da SE Palmeiras e do SAFESP, além de outros órgãos. Há 14 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 450 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contatos diretos com o colunista podem ser feitos pelo endereço eletrônico.

Total 7 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Vá dizer ao palmeirense que o Mundo não é verde…"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *