Turismo Acessível leva moradores com deficiência a Bertioga

644 0

Da Redação – O Turismo Acessível é um sucesso. Na última semana, proporcionou para 40 munícipes com deficiência de São Caetano a oportunidade de participarem de excursão de lazer e esportes marítimos em Bertioga, litoral paulista. Promovido pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida da Prefeitura, o evento gratuito de inclusão ao lazer, recreação e esportes contou com cadeira anfíbia, caiaque duplo, catamarã e stand-up. O objetivo foi oferecer diversas práticas adaptadas na praia.

Segundo o chefe da pasta, Thiago Tortorello, as viagens tiveram início em fevereiro de 2014 e muitos puderam ver e sentir o mar pela primeira vez. “Estamos trabalhando para que o conceito de inclusão seja absorvido em todos os segmentos da sociedade, inclusive sobre a acessibilidade aos esportes, à cultura, ao turismo e ao lazer. O prefeito Paulo Pinheiro apoia e tem sensibilidade às políticas públicas de inclusão em nossa cidade.”

Desde 2013, além de excursões inclusivas a Bertioga, Santos e Socorro, a iniciativa já levou os moradores com deficiência para passeios culturais, como no Museu do Futebol, Espaço Caixa Cultural, filmes com audiodescrição, Museu Catavento, Teatro de Cegos, Memorial da Inclusão em São Paulo, anexo ao Memorial da América Latina, e Sala São Paulo – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, em visitas monitoradas com guias acessíveis.

A atleta paralímpica multicampeã de atletismo da cidade, Aline Rocha, elogiou o Turismo Acessível. “Devido aos compromissos de treinamento, nunca tinha conseguido ir. Como São Caetano concede o transporte, gostei do convite para remar. Pegamos ondas. Tudo organizado e animado, com instrutores dando auxílio em todas as atividades. Foi um dia bem intenso e gostoso. Nos reunimos em tendas na praia e fizemos um piquenique. A galera curtiu.”

Eliana Ribeiro Niero de Lira, do Bairro Oswaldo Cruz, observou que, por medo, muitas pessoas, sobretudo cadeirantes, como é o seu caso, deixam de ir para um lugar que não sabem se é acessível. “Não precisa se preocupar. Já levam a gente pronto para usufruir do local. O pessoal da organização é bem receptivo. Tem o micro-ônibus adaptado da Prefeitura e prestam uma assessoria muito bacana. Fui outras duas vezes no ano passado. Recomendo”, concluiu.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Turismo Acessível leva moradores com deficiência a Bertioga"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *