Trabalhadores da saúde da rede privada em Diadema começam a ser vacinados

117 0

Da Redação – A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, deu início nesta quinta-feira (4), a aplicação de vacina contra a Covid-19 em trabalhadores da saúde que estão na ativa e atuam em clínicas e consultórios privados localizados em Diadema e/ou como autônomos. A vacinação está sendo feita no hall do auditório do Quarteirão da Saúde e somente profissionais com horários agendados estão sendo atendidos.

Devido ao estoque limitado de doses estão sendo convocados para a imunização aqueles que fizeram o cadastramento no FormSUS até ontem (3).

Elisabete de Souza, que atua há 15 anos na Assistência Médica São Jorge, localizada na Avenida Alda, no Centro de Diadema, foi a primeira vacinada e celebrou o momento. “A convocação para receber a vacina foi uma surpresa boa. Fiz o cadastro no site na segunda (1) e hoje já estou vacinando. Foi muito rápido. Esse momento representa um renascimento, muito em breve vamos ter liberdade de ir e vir, mas claro que ainda precisamos continuar com todos os cuidados de prevenção”. A profissional conta que é gerente administrativa, mas como os colegas foram adoecendo, acabou assumindo algumas funções de linha de frente, como atendimento direto ao público. “Além de ver de perto alguns colegas adoecerem, ainda ficava com receio porque moro com uma mãe de 90 anos e uma irmã de 70 anos. Então ser vacinada hoje foi perfeito”.

A colega, Rosa Maria Leandro de Souza, que trabalha há 11 anos na mesma clínica foi uma das que tiveram Covid-19 e sabe bem como a vacinação é importante. “Esse é um momento de renovar as esperanças por dias melhores. Estou muito feliz”.

Quem perde pessoas próximas para a Covid-19 sabe bem o que esse momento (da vacinação) representa. É o caso da dentista Bruna Oliveira Silva, que trabalha na clínica OdontoCompany e perdeu nessa pandemia um amigo da família e a avó de amiga. “Estar aqui hoje, sendo vacinada, representa uma revolução”.

Quem ainda não conseguiu realizar o cadastro pode ficar tranquilo que a SMS adotou novas estratégias para evitar prejuízos na vacinação desse público como ampliação do prazo do cadastramento e divulgação de um número telefônico para agendamento (ver informações abaixo).

Família unida

Quem acompanhou o início da vacinação para os trabalhadores da rede privada na manhã dessa quinta-feira (4) ficou emocionado com a alegria de um trio: Anael Gobbo (pai), Simone Gobbo (mãe) e Rafaela Gobbo (filha). Todos são médicos e trabalham na clínica Diamed – Medicina e Segurança do Trabalho, que fica localizada no centro de Diadema.

Os três sabem bem os desafios que enfrentaram ao longo de todo 2020, como ficar longe de pessoas queridas. “Meus pais tem 96 e 82 anos e moram no interior, desde que tudo começou estou sem conseguir vê-los. Hoje é um dia histórico e feliz para nossa família”, disse Simone.

Já a filha Rafaela ficou emocionada ao lembrar que teve que se afastar do namorado, que trabalha na UTI de um hospital. E o pai Anael lembrou também dos amigos que a família perdeu para a doença.

Ao serem questionados sobre qual mensagem gostariam de deixar para que ainda não leva a sério a Covid-19, foram enfáticos. “Fiquem em casa, tomem cuidado e sigam as orientações de prevenção. Não morram na praia. A vacina já existe, agora falta pouco”. 

Nova estratégia de cadastramento dos trabalhadores

Como a Secretaria Municipal da Saúde identificou que o site do FormSus, um serviço do DataSUS/Ministério da Saúde para a criação de formulários, encontra-se fora do ar, não permitindo o cadastramento dos trabalhadores conforme havia sido anunciado, a SMS adotou uma nova estratégia para atingir esse público prioritário: durante o período que o site estiver indisponível, os interessados poderão entrar em contato pelo telefone da Epidemiologia: (11) 4043-8204 para realizar o agendamento, desde que cumpram os requisitos mínimos (trabalhadores da saúde que estão na ativa e que atuam na rede privada, tais como clínicas, consultórios e profissionais autônomos, e que comprovem residir ou trabalhar em instituição localizada em Diadema).

Lembrando que no momento que for convocado para vacinar, o profissional deverá apresentar os seguintes documentos: documento com foto, número do cartão SUS, comprovante de residência (se for residente em Diadema), registro da entidade de classe à qual for vinculado e comprovante de vínculo profissional ativo no município (holerite recente e/ou carteira de trabalho).

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Trabalhadores da saúde da rede privada em Diadema começam a ser vacinados"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *