Teatro Popular União e Olho Vivo prorroga temporada de peça sobre o Bom Retiro

541 0

Da Redação – De Dezembro/2018 a Janeiro/2019, o Teatro Popular União e Olho Vivo – também conhecido como TUOV – abriu as portas de sua sede para apresentar o seu novo espetáculo “Bom Retiro Meu Amor – Ópera Samba”, fruto de uma ampla pesquisa coletiva sobre o Bom Retiro, bairro popular da cidade de São Paulo que acolhe o grupo há mais de 35 anos.

Após uma temporada de estreia de muito sucesso, o TUOV acaba de anunciar uma série de apresentações extras para quem ainda não pode conhecer o mais novo trabalho deste grupo que se mantém ativo, no auge de seus 52 anos de história e resistência.

As apresentações extras da temporada de estreia de Bom Retiro Meu Amor – Ópera Samba acontecerão de 25 de janeiro à 03 de fevereiro de 2019, às sextas às 21h / Sábados e Domingos às 16h30 e 19h30 (duas sessões). Com exceções nos dias 25 de janeiro (feriado) que contará com apresentações às 16h30 e 19h30, e dia 03 de fevereiro (domingo) que contará com apenas uma apresentação, às 16h30.

Seguindo o método de trabalho coletivo de criação do grupo, a dramaturgia do espetáculo é resultado de um processo colaborativo realizado durante mais de dois anos por membros históricos e novos membros que se uniram ao Olho Vivo nos últimos anos. A equipe de criação foi a campo para uma imersão na história e nas sutilezas do cotidiano do Bairro Bom Retiro, um território tradicionalmente fabril, que por conta da imigração vinda de diversos países, abarca uma imensa diversidade cultural.

“O Bom Retiro é um bairro sui generis que recebeu levas de refugiados políticos e sociais desde sua fundação até os dias de hoje. Por ali passaram italianos, judeus, coreanos, bolivianos e paraguaios. O espetáculo aborda temas de acontecimentos importantes que ocorreram durante a sua existência e resistência, como a fundação do Sport Clube Corinthians Paulista e o trabalho escravo nas “Oficinas de Suor”, explica César Vieira (Idibal Pivetta), coordenador geral do grupo. 

Pesquisas bibliográficas, levantamento documental de registros históricos (jornais, fotografias recentes e antigas, livros, teses e dissertações a respeito do bairro, de sua cultura, sua história e possíveis problemáticas) serviram de base para ciclos de conversas, oficinas, debates e reflexões envolvendo o público, trabalhadores, moradores do bairro, estudantes, desempregados, pessoas comuns, artistas.

A partir de diferentes assuntos que se revelaram importantes junto ao público para o qual historicamente o grupo se reporta com seu teatro popular, alguns temas foram ganhando destaque nas vivências. São exemplos de episódios e temas geradores o incêndio ocorrido na Estação da Luz, dois dias antes do término da concessão para a companhia inglesa São Paulo Railway, em 1946; as mulheres em situação de prostituição na Rua Aimorés (no século passado) e atualmente no Parque da Luz e o trabalho análogo à escravidão que fomentaram a criação de debates e cenas.

As ações fazem parte do projeto TUOV 52 – Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba, contemplado na 31ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para Cidade de São Paulo.

Serviço – Espetáculo Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba. Duração: 60 minutos, no Teatro Popular União e Olho Vivo, Rua Newton Prado, 766, Bom Retiro – São Paulo-SP. Além da homenagem ao Bom Retiro, o espetáculo faz reverência ao ator Neriney Moreira,  no palco do Olho Vivo há 52 anos. Temporada extra: 1 de fevereiro – às 21h00 (sex), 2 de fevereiro, às 16h30 e as 19h30 (sab), e 3 de fevereiro de 2019 – às 16h30. Classificação: Livre – Ingressos: Gratuitos –

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Teatro Popular União e Olho Vivo prorroga temporada de peça sobre o Bom Retiro"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *