SP bate recorde de doações de órgãos e premia hospitais de referência em transplantes

748 0

Da Redação – Após bater recorde no número de transplantes de órgãos realizados no Estado de São Paulo, chegando a uma média de 193 procedimentos realizados por mês, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo premiou nesta quinta-feira, dia 24 de setembro, os hospitais que mais se destacaram na captação, notificação e realização de transplantes entre agosto de 2014 e agosto de 2015.

Dividido nas categorias de transplantes realizados, melhor organização de procura de órgãos e melhor hospital notificante, o prêmio “Destaque – Transplante e Captação de Órgãos 2015” foi concedido, no total, a nove hospitais, públicos e privados, localizados na capital e no interior do Estado.

Na categoria transplantes de órgãos feitos em hospitais da capital, o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) foi premiado pela realização de 71 transplantes de coração e 28 transplantes de pulmão, o Hospital do Rim e da Hipertensão, associado a Escola Paulista de Medicina, com 741 transplantes de rim, o Hospital São Paulo com 232 transplantes de córneas realizados, e o Hospital Israelita Albert Einstein, com 130 transplantes de fígado feitos no período de um ano.

No interior, receberam a premiação na mesma categoria, o Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), pela realização de 10 transplantes de coração e 55 transplantes de fígados, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, por realizar 113 transplantes de rim, e o Banco de Olhos de Sorocaba, que fez 1.128 transplantes de córneas entre 2014 e 2015.

Entre os melhores serviços de OPO (Organização de Procura de Órgãos) do Estado, foram premiados o do Hospital São Paulo da Escola Paulista de Medicina, representando a capital, e o do Hospital de Clínicas da Unicamp, representando o interior.

Já na categoria melhor hospital notificante, foram premiados, na capital, o Hospital Municipal de Campo Limpo e, no interior, o Hospital Regional de Presidente Prudente que, mesmo sem contar com o serviço de procura de órgãos, notificaram, juntos, 114 possíveis doadores.

“O Estado de São Paulo é a maior referência do país em doação e transplantes de órgãos e vem realizando constantes investimentos para  aprimorar e modernizar, cada vez mais, o processo que vai desde a identificação de um possível doador até a realização efetiva do transplante. Para tanto, contamos ainda com serviços hospitalares de referência, que realizam um trabalho de alta qualidade que precisa e merece ser valorizado e premiado”, diz David Uip, Secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Recorde – Até o mês de agosto de 2015, foram realizados no Estado de São Paulo 1.546 transplantes de órgãos, sendo 99 de coração, 1.041 de rim, 366 de fígado e 40 de pulmão. Neste ano, a média de transplantes mensal no Estado já é equivalente a de 2014, quando foi atingido o número recorde de 2.343 transplantes de órgãos, sendo 135 de coração, 1.596 de rim, 549 de fígado e 63 de pulmão. Os dados de 2014 representam o dobro dos 1.208 transplantes realizados em 2004. Neste momento, há 12.270 pessoas na fila de espera por um órgão no Estado.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "SP bate recorde de doações de órgãos e premia hospitais de referência em transplantes"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *