Sociólogo José de Souza Martins resgata as revoluções de 24 e 32

395 0

Esquina Descontraída – O escritor e sociólogo José de Souza Martins resgata dois momentos históricos da cidade de São Paulo: a Revolta Paulista de 1924 e a Revolução Constitucionalista de 1932 no evento Memórias de São Paulo: as revoluções de 1924 e 1932, mediado pelo jornalista Paulo Werneck, que acontece na próxima quinta-feira, 5 de julho, no auditório da Fundação Editora da Unesp (Praça da Sé, 108 – Centro – São Paulo), das 19h às 21h.

Mesmo dentre os paulistanos, não são muitos os que sabem que a cidade foi palco de duas revoluções que tiveram efeitos profundos nos acontecimentos subsequentes da turbulenta trajetória brasileira.

A de 1924 nunca fez parte do calendário de efemérides de São Paulo. Os registros fotográficos dessa campanha mostram, contudo, a extensão brutal da presença, rara no Brasil, de um bombardeio maciço sobre uma paisagem urbana ainda hoje corriqueira para os paulistanos: o largo da Sé, a Mooca, Perdizes…

A Revolução Constitucionalista de 1932 foi o movimento armado ocorrido no estado de São Paulo, entre julho e outubro de 1932, que tinha por objetivo derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte. Por isso que 9 de julho é feriado apenas no estado de São Paulo.

Para resgatar esses dois importantes movimentos históricos, José Martins apresenta crônicas históricas e imagens de época. Em seguida, autografa seu livro O coração da Pauliceia ainda bate (coedição Editora Unesp e Imprensa Oficial).

Neste livro, José de Souza Martins reúne crônicas inéditas e outras baseadas em artigos sobre a cidade de São Paulo e a região metropolitana publicados no caderno “Metrópole” do jornal O Estado de S. Paulo, durante nove anos, de 2004 a 2013. O autor volta um olhar terno, por vezes bem-humorado, outras vezes nostálgico, sobre cantos e recantos paulistanos. Mesclam-se nos saborosos textos o olhar historiográfico, o olhar do sociólogo, mas sobretudo o olhar literário do cronista. Trata-se de um passeio agradabilíssimo pela cidade, que descortina ao leitor insuspeitadas histórias que se escondem nas ruas, nos casarões, nos monumentos de São Paulo.

O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. É necessário inscrever-se aqui.

Sobre o autor – Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1970), José de Souza Martins, 78 anos, é professor titular aposentado da USP e foi eleito em 2015 para a cadeira nº 22 da Academia Paulista de Letras. Na docência e na pesquisa científica, é autor nas áreas de Sociologia da Vida Cotidiana, Sociologia Visual e Sociologia dos Movimentos Sociais. Tem feito pesquisas e escrito sobre a questão agrária, sobre a Amazônia, sobre fotografia, sobre o subúrbio e sobre comportamento coletivo. Escreveu nos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo. Atualmente é colunista do suplemento Eu & Fim de Semana, do jornal Valor Econômico.

Sobre o mediador – Paulo Werneck é editor de livros, jornalista e tradutor literário. Desde 2017, edita a revista Quatro Cinco Um, especializada na cobertura de livros. Traduziu diversas obras. Em 1999, publicou ­Cabras – Caderno de viagem, com Antonio Prata, Chico Mattoso e Zé Vicente da Veiga, livro que em 2002 ganhou nova edição, com prefácio de Antonio Candido. Editou, com Chico Mattoso, a revista literária independente Ácaro. Com 11 anos de experiência em editoras, trabalhou na Companhia das Letras e Cosac Naify, tendo participado da elaboração do manual de edição e estilo de ambas. Foi o editor responsável pela criação do caderno Ilustríssima, da Folha de S.Paulo (2010-13). É membro da Comissão Consultiva da Universidade do Livro.

Serviço – Memórias de São Paulo: as revoluções de 1924 e 1932 e sessão de autógrafos de O coração da Pauliceia ainda bate, nesta quinta-feira (5), das 19h às 21h, no Auditório da Fundação Editora da Unesp (Praça da Sé, 108 – centro, São Paulo | SP (esquina com a rua Benjamin Constant | estação Sé do Metrô) Evento gratuito

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Sociólogo José de Souza Martins resgata as revoluções de 24 e 32"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *