Smart Cities diz que SCS é a 6ª cidade mais inteligente do país, e a 1ª em Educação

224 1

Cidade com melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil está entre as 10 mais inteligentes e conectadas pelo Ranking Smart Cities 2020

Da Redação – Nos dias 8, 9 e 10 de setembro, acontece o evento nacional Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020, mais importante iniciativa de cidades e mobilidade do Brasil e que, em função da pandemia da Covid-19, será apresentado no formato 100% virtual e por meio de plataforma dedicada.

Durante a Cerimônia de Abertura do evento, que aconteceu hoje, às 15h, e contou com a participação de autoridades, representantes de empresas e especialistas nacionais e internacionais, foi divulgado o resultado do Ranking Connected Smart Cities 2020. O estudo, elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, está na 6ª edição e mapeia todos os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil.

Na classificação Geral, São Caetano do Sul (SP) está na 6ª posição do Ranking Connected Smart Cities 2020. A primeira colocada no Ranking Geral foi São Paulo (SP); seguida por Florianópolis (SC); Curitiba (PR); Campinas (SP); e, na 5ª colocação, Vitória (ES). Na sétima posição está Santos (SP); seguida por Brasília (DF); Porto Alegre (RS); e, em 10º lugar, Belo Horizonte (MG).

Além do sexto lugar como a cidade mais inteligente e conectada do Brasil, São Caetano do Sul alcançou, ainda, o 1º lugar em Educação; 2ª entre as Cidades com 100 a 500 mil habitantes e Governança; 4ª no indicador Região Sudeste; 8ª em Saúde; e 16ª colocação em Meio Ambiente.

A partir da edição 2019, o Ranking incorporou conceitos e novos indicadores baseados na ISO 37122 – Sustainable Cities And Communities – Indicators For Smart Cities, mantendo-se como a melhor referência para comparação e análise de cidades inteligentes no Brasil. O resultado é apresentado em 4 frentes: geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional. O estudo é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, mesmos eixos temáticos do evento nacional Connected Smart Cities.

“Nesses seis anos de atuação, a Plataforma Connected Smart Cities vem desempenhando papel fundamental junto às empresas, entidades e governos na busca pela inovação, tendo como objetivo fundamental tornar as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas, principalmente no atual momento de pandemia da Covid-19”, comenta a CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria.

DESTAQUES SÃO CAETANO DO SUL

O prefeito de São Caetano do Sul (SP), José Auricchio Junior, cita que o Ranking Connected Smart Cities oferece um importante parâmetro sobre a assertividade das ações da gestão pública. “O Ranking Connected Smart Cities nos mostra que estamos no caminho certo. É um reconhecimento que nos incentiva cada vez mais a buscar novas soluções para atender às necessidades da população. Nesse sentido, pensamos a cidade não só para o presente, mas, principalmente, para o futuro. Esta é a garantia de que as novas gerações terão condições de morar em um lugar ainda melhor, superando os desafios e aprimorando cada vez mais a solidariedade, a fraternidade e a igualdade de oportunidades. Dentro deste contexto, a palavra de ordem é inovação. Ela está presente na maior parte das nossas ações”, comentou.

Sobre as inovações no contexto da pandemia, o prefeito de São Caetano pontuou: “Com o prontuário eletrônico, integramos toda a Rede Municipal de Saúde, garantindo um atendimento mais ágil e eficiente em consultas, exames e outros procedimentos. Em março, iniciamos o serviço de telemedicina, que consiste na orientação médica por telefone e, assim, somos a primeira cidade a realizar este serviço abrangendo toda a rede”.

E concluiu destacando as ações na área da Educação: “Já há alguns anos trabalhamos com a plataforma Google for Education. Com esta plataforma, o processo da migração das aulas para o ambiente virtual ocorreu sem traumas, e nos conferiu mais de 90% de aprovação de pais e alunos nas aulas online. Temos o cartão Uniforme Escolar, um crédito repassado pela Prefeitura que dá autonomia para os pais escolherem a confecção de sua preferência. E, neste período de pandemia, criamos o Cartão Merenda Escolar Em Casa, que substitui a merenda oferecida nas escolas”.

SÃO CAETANO DO SUL EM NÚMEROS
São Caetano do Sul está localizada na região metropolitana da Grande São Paulo e faz parte do Grande ABC. A cidade possui o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil.

Novamente a cidade de São Caetano do Sul destaca-se no eixo de Educação, com números superiores às grandes cidades brasileiras, destacando-se: IDEB (anos finais rede pública): 6,5 (era 6,2 na última edição); Taxa de Abandono (ens. Médio público) apenas 1,8%; Média ENEM: 566; 99,8% dos docentes do ensino médico público possuem formação superior (aumento de um ponto percentual em relação à edição anterior); média de 27,6 alunos por turma (9º ano rede pública) e despesas pagas com Educação de R$ 2.850 por habitante (uma das maiores do país).

Em Saúde, a cidade também apresenta indicadores tão bons quantos ou melhores que as maiores cidades brasileiras, sendo 5,28 leitos por mil habitantes (eram 5,11 na pesquisa anterior), despesas pagas com Saúde: R$ 2.234 por habitante (superior ao ano anterior, quando eram R$ 1.983 por habitante).
No eixo de Economia, 94% dos empregos na cidade estão no setor privado, o município conta com 1,04 empregos formais por habitante relacionado à População Economicamente Ativa (PEA), crescimento de 0,6% do PIB per Capita, 57,9% da receita municipal não é oriunda de repasses, além de 379 computadores disponíveis em escolas por mil alunos.

DESTAQUES DO RANKING CONNECTED SMART CITIES 2020
A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo seis municípios entre os 10 mais bem colocados (em 2019 foram seis e, 2018, sete). Três municípios são da região Sul e um do Centro-Oeste, sendo que as regiões Norte e Nordeste não têm representante entre os 10 melhores. Palmas (TO) está na 32ª colocação no Ranking Geral e Recife (PE) na 15ª. Na classificação por região, destacam-se: no Centro-Oeste, Brasília (DF) com a 1ª colocação no Ranking Connected Smart Cities; no Nordeste, Recife (PE); no Norte, Palmas (TO); no Sudeste: São Paulo (SP); e no Sul: Florianópolis (PR). Jaguariúna (SP) é o destaque das cidades entre 50 e 100 mil habitantes; de 100 a 500 mil: Vitória (ES); e acima de 500 mil habitantes: São Paulo (SP).

Para o Presidente da Urban Systems e sócio da Plataforma Connected Smart Cities, Thomaz Assumpção, o Ranking Connected Smart Cities ano a ano vem auxiliando as cidades a entenderem o seu nível de desenvolvimento inteligente e sustentável, oferecendo parâmetros para que as cidades possam se planejar e criar estratégias para tornarem-se mais humanas e propiciar qualidade de vida a seus habitantes.

“A edição 2020, diferentemente de outros anos, apresentou uma menor movimentação das cidades nas primeiras posições, refletindo a preocupação cada vez maior das cidades brasileiras em manterem e melhorarem seus indicadores. Destaque para o setor de tecnologia e inovação, que apresentaram melhora nos itens de infraestrutura e no setor de educação, que apresentou mais cidades com crescimento em seus indicadores”, enfatizou.

OS VENCEDORES POR EIXO TEMÁTICO
O primeiro lugar em Urbanismo foi para Curitiba; Mobilidade e Acessibilidade: São Paulo (SP); Meio Ambiente: Santos (SP); Empreendedorismo: Rio de Janeiro (RJ); Economia: Barueri (SP); Tecnologia e Inovação: São Paulo (SP); Saúde: Vitória (ES); Educação: São Caetano do Sul (SP); Segurança: Ipojuca (PE); e Governança: Balneário Camboriú (SC).

HISTÓRICO

DIAS 09 E 10 DE SETEMBRO – CONNECTED SMART CITIES E MOBILITY DIGITAL XPERIENCE 2020
Iniciativa da Necta, a 6ª Edição do Connected Smart Cities e Mobility acontece até a próxima quinta (10/09), em formato totalmente virtual, e tem o objetivo de debater amplamente iniciativas que possam revolucionar o mercado de smart cities e mobilidade urbana no país, considerando o atual cenário da Covid-19, por meio da interação dos principais atores. A edição 2020 traz, ainda, a Expo Virtual, que apresentará soluções para o mercado de cidades e mobilidade, por meio da presença de empresas nacionais e internacionais.

“Essa edição é histórica e a nossa expectativa é reunir mais de 3 mil participantes, representantes de governo, empresas, entidades e especialistas nacionais e internacionais para debater o futuro das cidades brasileiras, incluindo o contexto da Covid-19. Destacamos ainda o Fórum, que contempla mais de 70 sessões distribuídas em 11 palcos virtuais simultâneos, 300 palestrantes nacionais e internacionais, somando 140 horas de conteúdo”, comenta Paula Faria.

“A decisão do formato online é pioneira no país para eventos com esta dimensão e envolve gestores de todas as regiões do Brasil, além do alcance internacional. O formato 2020 atende a nossa realidade atual, onde as mudanças na vida pessoal e profissional da sociedade em geral são necessárias, inclusive, por uma questão de saúde pública”, concluiu a idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility e CEO da Necta, Paula Faria.

Serviço – Connected Smart Mobility Digital Xperience, dias 8, 9 e 10 de setembro de 2020. Local: 100% digital. Mais informações: http://evento.connectedsmartcities.com.br/

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Smart Cities diz que SCS é a 6ª cidade mais inteligente do país, e a 1ª em Educação"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *