Sindicato negocia na GM prorrogação do lay-off por mais 30 dias e 1.000 trabalhadores retornam à produção

998 0

Da Redação – Após intensa rodada de negociação ocorrida na quarta (02/03) entre a empresa General Motors e a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, ficou acordada a prorrogação do lay-off (suspensão temporária do contrato de trabalho) para os empregados inseridos no tal programa. Hoje são 2.258 funcionários afastados, via lay-off, sendo que desse total, 1.000 trabalhadores retornarão à produção a partir do dia 7/03, com a reativação do segundo turno de trabalho que estava suspenso desde outubro de 2015.

Para o presidente, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão do Sindicato, que comanda o processo de negociação junto à GM, o mais importante é garantir o retorno de todos os trabalhadores. “Devido a difícil conjuntura que o Brasil atravessa neste momento, não há garantia de que todos serão reintegrados à produção, porém o propósito do sindicato tem sido lutar para que tal ocorra. Por isso negociamos a prorrogação do lay-off por mais 30 dias. Tempo que teremos para construir conjuntamente uma alternativa ao que está posto. Estamos trabalhando para que o resultado seja o menos doloroso possível aos funcionários”, afirmou o dirigente sindical.

Ainda segundo Cidão, “é inegável o avanço ocorrido já que a empresa pretendia fazer retornar à produção apenas 300 trabalhadores e, por meio de negociação entre a empresa e o sindicato, esse número passou para 600 e agora temos um acordo para o retorno de 1.000 funcionários a partir do dia 07/03”. Pelo acordo firmado entre o sindicato a direção da General Motors, caso haja demissão dos que estão em lay-off, além dos direitos, os demitidos receberão um acréscimo em dinheiro no valor de cinco salários nominais.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Sindicato negocia na GM prorrogação do lay-off por mais 30 dias e 1.000 trabalhadores retornam à produção"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *