Sesc Consolação recebe curta temporada de dança

158 0

Em Ägô, a coreógrafa Cristina Moura evoca a memória e a imaginação de um corpo brasileiro, feminino, dançante e negro

Da Redação – O que se passa no mundo hoje enquanto um corpo se move ou dança? Com uma linguagem cênica, física e contemporânea, Ägô, da coreógrafa Cristina Moura, busca responder a essa questão por meio de linguagens, símbolos, pensadores e criadores da cultura negra. O solo, que estreia dia 26 de novembro, às 20h, no Sesc Consolação, integra a programação DO 13 AO 20 (RE)EXISTÊNCIA DO POVO NEGRO, ação em rede que faz alusão aos marcos das datas 13 de maio e 20 de novembro, propondo diálogos sobre a condição social da população negra.

A obra Ägô utiliza extratos de textos de Achille Mbembe, Maya Angelou, Anna Miranda, Grada Kilomba, Wislawa Szymborska, Angela Davis, Franz Fanon, Edna St. Vicent Milley, Marcelo Yuka, Pedro Rocha e Bell Hooks para construir uma dramaturgia que reflete sobre questões da atualidade, em especial do povo negro, por meio das inquietações, memórias e vivências da coreógrafa e intérprete Cristina Moura.

“É um compartilhamento de ideias, imagens, palavras e movimentos. A vocação deste projeto é lançar perguntas e provocações, compartilhar pensamentos e conceitos sempre com uma linguagem cênica, física e contemporânea. Volto aqui a um trabalho solo no qual experimento meu corpo dançante e maduro em um jogo de risco e experimentação coreográfica. O que acontece no mundo enquanto eu danço? – essa pergunta é o ponto de partida desta criação. Em tempos acelerados e de imensas mudanças em nosso modo de pensar, viver e se organizar, meu impulso como criadora é o de compartilhar inquietações. Ägô evoca a memória e a imaginação de um corpo, brasileiro, feminino, dançante, negro. Um corpo de uma criadora contemporânea que se debruça sobre questões do nosso tempo. Evoca também futurismo e ancestralidade, beleza e feiura, solidão e esperança, imaginação, magia e concretude”, explica Cristina que, além de intérprete, é criadora e diretora da obra.

Ägô fica em cartaz até o dia 16 de dezembro no Espaço Beta do Sesc Consolação. As apresentações ocorrem às segundas e terças, às 20h, e os ingressos podem ser adquiridos nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo ou no portal (sescsp.org.br).

CRISTINA MOURA

Cristina Moura é coreógrafa, intérprete e diretora de teatro e dança. Entre 1996 e 2003 viveu na Europa e integrou o Les Ballets C de La B, de Alain Platel, e a Cia. Mudances de Angels Marguerit. Em 2003 criou o solo Like an Idiot, apresentado em diversos países da Europa, América Latina, além de Estados Unidos, Canadá e Brasil. Em 2009 dirigiu A mulher que matou os peixes…e outros bichos, premiada peça teatral infantojuvenil baseada em textos de Clarice Lispector. Também foi colaboradora de Enrique Diaz em Ensaio.Hamlet e Gaivota e, em 2010, codirigiu OTRO, do Coletivo Improviso.

Já em 2012 criou, dirigiu e atuou, junto a Volmir Cordeiro, no duo Peça Coração, a partir de texto de Rainer Muller. Assinou, em 2013, a direção de Philodendrus, uma conferência imaginária, obra de teatro-dança para seis atores onde também atuou. No ano de 2014 estreou Retratos, solo com Carolina Cony, inspirado na obra de Cindy Shermann. Dois anos depois foi codiretora na montagem teatral BISPO, de João Miguel, sobre o artista Arthur Bispo do Rosário e, no mesmo ano, dirigiu a peça Nu de Botas, adaptação de texto homônimo de Antonio Prata, grande sucesso de público e crítica. No ano passado, ao lado do ator e diretor Danilo Grangheia, trabalhou como colaboradora do espetáculo A Última Peça.

_SIGNIFICADO DA PALAVRA AGÔ

De origem ioruba, língua nigero-congolesa, o termo é utilizado nas religiões afro-brasileiras. Significa pedir licença ou permissão, em outros momentos este termo traduz perdão e proteção pelo que se está fazendo.

Serviço – Espetáculo Ägô, de Cristina Moura, de 25/11 a 16/12, segundas e terças, às 20h, no Espaço Beta (3º andar). Duração: 60 minutos. Classificação: Não recomendado para menores de 14 anos Ingresso: R$ 9,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes/Credencial Plena) | R$ 15,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) | R$ 30,00 (inteira) Sesc Consolação (Rua Doutor Vila Nova, 245, São Paulo – SP – Informações: 3234 3000)

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Sesc Consolação recebe curta temporada de dança"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *