Seleção Feminina de Handebol perde da Noruega nos minutos finais

690 0

Da Redação – Neste sábado (19), a Seleção Brasileira Feminina de Handebol fez sua segunda partida no Torneio Quatro Nações, que está sendo realizado em Langhus, na Noruega. A equipe do técnico Morten Soubak foi superada pelas donas da casa por 32 a 26 (13 a 10 no primeiro tempo).

Apesar da diferença de seis gols, a partida foi equilibrada até os minutos finais, quando a Noruega estava apenas um gol à frente no placar. Para a central Ana Paula, escolhida como a melhor do confronto, o desempenho da equipe foi melhor do que no jogo de estreia, mas os erros técnicos foram cruciais.

“Acho que jogamos melhor do que contra a Espanha. Se tivéssemos jogado assim a primeira partida poderíamos ter ganho, mas acredito que os erros técnicos foram a nossa derrota. Acho que perdemos para nós mesmas, por causa dos nossos próprios erros. Até cinco minutos antes do fim da partida, estávamos apenas um gol atrás. Aí, começamos a errar, então elas abriram o placar no contra-ataque. Todas as equipes do mundo sabem que erros técnicos são fatais contra a Noruega, porque elas sempre vêm forte no contra-ataque”, declarou a armadora central.

No entanto, a atleta celebra a melhora do desempenho da equipe “Consertamos alguns pontos, mas repetidos alguns erros técnicos e isso nos custou a vitória. Acredito que estamos numa crescente sim, só precisamos acertar alguns detalhes. Estou feliz por termos melhorado algumas coisas, mas estaria mais feliz com a vitória do que com o título de melhor jogadora da partida. Eu trocaria essa posição pela vitória”, comentou.

O último desafio do Brasil no Torneio Quatro Nações será contra a Alemanha, que também coleciona duas derrotas. Caso ganhe, a Seleção Brasileira pode encerrar sua participação na terceira colocação. “Eu gostaria de ganhar, mas para mim o mais importante é acertar os erros e continuar numa crescente. Hoje foi muito positivo, deu para ver que o Morten tentou todas as opções, então, acho que temos que continuar assim, testando possibilidades. O momento de tentar é agora, mesmo que isso nos custe uma vitória, para chegarmos no Jogos Olímpicos preparadas. Óbvio que eu quero ganhar, mas vamos pensar na nossa melhora”, finalizou Ana Paula.

Antes do início do duelo com a Noruega, as jogadoras Alexandra Nascimento e Bárbara Arenhart foram homenageadas pela participação em jogos pela Seleção. Ao todo, Alê defendeu a camisa verde e amarela 175 vezes e a goleira Babi, 100 vezes.

O jogo entre Brasil e Alemanha será realizado no domingo (20), às 11h45 (horário de Brasília), na Trykk Arena, em Langhus.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Seleção Feminina de Handebol perde da Noruega nos minutos finais"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *