Sehal entra com mandado de segurança contra o Estado para liberar buffets

90 0

Medida liminar foi protocolada na noite desta sexta-feira (4) para socorrer as empresas do setor

Da Redação – O Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC) acaba de protocolar uma ação judicial contra o Governo do Estado de São Paulo nesta sexta-feira (4) para permitir a abertura de buffets em toda a Região.

A medida liminar foi necessária para dar continuidade à luta que o sindicato patronal já vinha apoiando tendo participado de reuniões com empresários, donos de buffets, e autoridades.

“As promessas não foram cumpridas e não é mais possível esperar de braços cruzados para que alguma autoridade compreenda que a situação dos buffets é crítica. Muitos não conseguirão esperar mais nem um dia pela abertura. A quebradeira será generalizada se não fizermos alguma coisa. Lutaremos com todas as armas que temos, mas não vamos aceitar passivamente a injustiça que tem sido feita com o segmento”, explica Wilson Bianchi, presidente em exercício do Sehal.

De acordo com a advogada do Sehal, Denize Tonelotto, a esperança é a de que o pleito seja acatado e seja possível, com a ação, ajudar as empresas de eventos do ABC. “Havia uma expectativa de que o governo recuaria, mas diante de tantas promessas não cumpridas, resolvemos ingressar hoje (sexta-feira) com o mandado de segurança pedindo ao Poder Judiciário que socorra as empresas de festas e eventos através de uma liminar”, explicou.

O Sehal já havia organizado encontros com donos de buffets e  criou um protocolo de abertura que contempla os procedimentos sanitários, de segurança e higiene como distanciamento, redução da capacidade de atendimento, máscara e protetor facial de acrílico para funcionários e disponibilização de álcool gel, entre outros. Recentemente realizou um workshop em parceria com  o Grupo Betel Segurança dos Alimentos e Treinamentos, durante três dias, para  preparar os empresários para a reabertura. O evento teve grande adesão e contou a participação de cerca de 120 pessoas durante três dias. 

“Precisamos proteger as empresas e empregos, especialmente porque temos no ABC cerca de 700 empresas do segmento que devem gerar cerca de 13 mil empregos diretos e indiretos. Portanto, a sobrevivência dessas empresas tornou-se vital para nossa região, e seguiremos lutando por elas”, acrescenta Wilson Bianchi. 

Sobre o Sehal

Fundado em 12 de julho de 1943, o sindicato é uma entidade sem fins lucrativos e tem como objetivo apoiar os empresários reciclando conhecimento em várias áreas. Representa cerca de nove mil estabelecimentos na Região do Grande ABC Paulista. Fornece apoio com profissionais renomados nas áreas jurídicas, sanitária, organizacional, parceria com escolas e faculdades, além de lutar pela simplificação da burocracia nos âmbitos municipal, estadual e federal com redução dos impostos e ainda contribuir para a qualificação dos empresários e trabalhadores.

Oferece ainda cursos gratuitos ou com condições especiais para associados e ministrados por professores altamente qualificados, em salas de aula equipadas com data show, cozinha completa com utensílios e insumos para as aulas práticas. É também considerado um dos sindicatos patronais mais atuantes do Brasil em razão das diversas conquistas e expansão no número de associados.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Sehal entra com mandado de segurança contra o Estado para liberar buffets"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *