SCS lança Patrulha Contra a Dengue e não dará trégua ao Aedes

864 0

Da Redação – São Caetano não dará trégua ao mosquito Aedes, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Na semana passada, no Palácio da Cerâmica, a Prefeitura lançou a Patrulha Contra a Dengue, quatro veículos que já circulam pela cidade, eliminando possíveis focos de criadouros em domicílios, terrenos baldios, imóveis abandonados, cemitérios, ferros-velhos, pátios de veículos, entre outros locais públicos e privados.

Inspirada na Patrulha da Água, que há um ano age contra o desperdício no município, a iniciativa fiscalizará e conscientizará a população sobre medidas para evitar a proliferação dessas doenças. Os Agentes de Vigilância em Saúde recebem as denúncias dos moradores de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, por meio do telefone 4231-3938 ou dos e-mails vigilancia@saocaetanodosul.sp.gov.br, ccz@saocaetanodosul.sp.gov.br e epidemiologicascsul@yahoo.com.br.

Em coletiva de Imprensa, com a presença de autoridades e profissionais, também foi apresentada a Casa Maquete (certo/errado), que será utilizada nas palestras educativas na comunidade, e as ações previstas no decreto nº 10.934/2015, assinado pelo prefeito Paulo Pinheiro neste mês, que visam impedir hábitos e práticas que exponham a população ao risco de contrair doenças do Aedes. Dispõe sobre o combate, prevenção e controle de transmissão dos casos de dengue, chikungunya e zika, além de criar o Comitê Municipal de Mobilização e Prevenção no Combate à Dengue e dá outras providências. A íntegra do documento está disponível no endereço eletrônico http://administracao.saocaetanodosul.sp.gov.br/upload/legislacao/23553.pdf.

O atendimento está centralizado na Sala de Situação do Centro Integrado de Vigilância à Saúde (Civisa) Dr. Oswaldo Cipullo, na Rua Justino Paixão, 141, Bairro Mauá. Neste ano, a cidade registrou 682 casos confirmados de dengue (342 importados e 340 autóctones – contraídos dentro do município) e um importado de chikungunya. Em 2014, foram 65 (43 importados e 22 autóctones). Apesar do aumento significativo, nenhum óbito aconteceu.

O chefe do Executivo ressaltou a importância da prevenção para minimizar problemas que virão a partir de março de 2016, quando se espera uma proliferação. “São Caetano mais uma vez é referência. É a cidade que mais se preocupa com a prevenção. É melhor prevenir do que remediar. Já estamos com a atenção redobrada e intensificando os esforços para uma possível epidemia. Nunca ficaremos totalmente livres do Aedes. Mas, podemos eliminar ao máximo os criadouros. Para isso, contamos com o apoio dos munícipes. Peçam a colaboração dos amigos, parentes e vizinhos. Sejam multiplicadores.”

Segundo o secretário municipal de Saúde, Jesus Adalberto Gutierrez, o Aedes se alastrou em todos os estados do Brasil, tornando-se um caso muito sério. “Quero parabenizar o prefeito pela atitude fundamental de conscientização. Agora, o perigo aumentou. Não é só a dengue. É também a chikungunya e a zika. No ano que vem, não será fácil. É um momento de responsabilidade de todos nós cidadãos. Basta cada um fazer a sua parte”, observou Jesus.

De acordo com o diretor do Civisa, Caio Williams Castro Júnior, 80% das fêmeas do mosquito, provocadoras das doenças, nascem em criadouros dentro das casas ou dos ambientes de trabalho. “Combater a dengue é um dever de todos. Minutos que podem salvar sua vida. Ao menos uma vez por semana, verifique focos em sua residência. A razão de ser uma vez por semana é que os ovos demoram uma semana para virarem pernilongos adultos. Com a criação do Comitê, temos o envolvimento de todas as secretarias e departamentos. Com a Patrulha, apesar de uma ação difícil, agora teremos um trabalho muito mais rápido. Diminuindo a população do mosquito, o risco de contaminação é muito menor. Obrigado ao prefeito pelo empenho”, concluiu.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "SCS lança Patrulha Contra a Dengue e não dará trégua ao Aedes"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *