SCS apresenta ações de combate à pandemia em seminário da RMSP

82 0

Texto: Gisele Lopes (PMSCS)

Da Redação – A secretária de Saúde da Prefeitura de São Caetano do Sul, Regina Maura Zetone, foi convidada a apresentar nesta quarta-feira (2) o case do município frente às ações de combate à pandemia durante seminário on-line do Observatório de Saúde da Região Metropolitana de São Paulo, ligado à Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP.

O evento realizado nesta quarta-feira (2/9) contou com a participação de gestores e especialistas da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-SP) e de municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Além de pesquisadores e docentes da FSP-USP.

O Observatório promoveu o seminário com objetivo de analisar a covid-19 na Região Metropolitana de São Paulo, traçar um panorama com dados de mortalidade e casos confirmados, taxa de ocupação de leitos e de internações, além de analisar a evolução epidemiológica debatendo experiências e desafios encontrados no enfrentamento à pandemia.

O secretário executivo do Observatório de Saúde, Álvaro Escrivão Júnior, convidou dois dos 39 municípios que compõem a Região Metropolitana para apresentarem suas experiências. “São Caetano, sem dúvida, tem sido uma cidade que se destaca no enfrentamento da pandemia. Conseguiram rastrear com boas estratégias a disseminação do vírus e implementar programas de sucesso”, enalteceu Escrivão.

São Caetano apresentou um panorama sobre a condução das atividades e atendimentos da saúde ao longo da pandemia e falou sobre os programas de testagem, que tornaram a cidade uma das que mais testou no País. “Já ultrapassamos 41% da população testada, mais de 68 mil pessoas. Conseguimos envolver a universidade (USCS) e implantar o Disque Coronavírus, um programa que atendeu mais de 15 mil chamados em quatro meses e evitou que milhares de pessoas procurassem o Pronto Socorro, podendo realizar o autoteste na própria residência”, explicou Regina Maura. Paralelo ao programa foram implantadas outras estratégias, como a testagem em massa de diversos segmentos e, atualmente, sendo feita por idade; o inquérito epidemiológico; os testes em habitações coletivas e dos profissionais linha de frente.

O professor do Departamento de Epidemiologia da FSP-USP, Eliseu Alves Waldman, também parabenizou as ações de São Caetano. “Com certeza, é o município mais exitoso do Estado nas ações de combate à covid-19. Embora pequeno, tem uma porcentagem elevada de idosos e conseguiu conduzir muito bem as ações com isolamento rápido de pacientes contaminados, envolvendo as equipes da Estratégia Saúde da Família, e pela quantidade de testes e rastreio evitaram um grande desastre”, complementou Waldman.

ANÁLISE DA REGIÃO

O seminário trouxe uma análise da região, que embora conurbada tem desigualdades imensas sobre a evolução epidemiológica da covid-19 e debateu as experiências de intervenção dos gestores, tendo em vista as desigualdades e os desafios regionais no enfrentamento da pandemia. Durante o evento foi apresentado um estudo que tem sido feito de forma permanente, dividido por semanas epidemiológicas, organizado por regiões e, também, disponível por municípios mostrando a grande diferença de dados em áreas tão próximas. O material foi apresentado em planilhas com tabelas e gráficos comparativos divididos por temas e municípios. Tabelas analisam como está a evolução dos casos na região.

O Observatório de Saúde da Região Metropolitana de São Paulo é uma iniciativa interinstitucional e inter-governamental, sem fins lucrativos, estabelecida a partir de um protocolo de trabalho entre o Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde, o Conselho de Secretários Municipais de Saúde e a Secretaria Municipal da Saúde do Município de São Paulo, com parcerias com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e sediado na Faculdade de Saúde Pública da USP.

Participaram do evento o secretário executivo do Observatório de Saúde da Região Metropolitana de São Paulo, Álvaro Escrivão Júnior; diretora da DRS1 da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, Vânia Tardelli; secretária executiva do Cosems-SP, Aparecida Linhares Pimenta; os palestrantes Cláudio Maierovitch(Fundação Oswaldo Cruz); Rubens Moriya (Observatório de Saúde); Marília Louvison (Departamento de Política, Gestão e Saúde da FSP-USP); Adriana Martins (secretária municipal de Guararema); Regina Maura Zetone (secretária municipal de São Caetano do Sul) e Eliseu Alves Waldman (Departamento de Epidemiologia da FSP-USP), que comentou as apresentações. 

Fotos: Divulgação/ PMSCS

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "SCS apresenta ações de combate à pandemia em seminário da RMSP"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *