Scheidt já mostra evolução na classe 49er na Copa do Mundo

323 0

Da Redação – Robert Scheidt faz progressos na classe 49er da etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela. Nesta quarta-feira (25), no City of Miami Regatta Park, nos Estados Unidos, se manteve no top 10 nas duas regatas disputadas e subiu da 22º para a 17º posição na classificação geral. Ao lado do proeiro Gabriel Borges, o bicampeão olímpico busca experiência nessa nova etapa da carreira, a qual, aos 43 anos, decidiu encarar o desafio de velejar em um barco maior, mais veloz e com estratégias diferentes das classes Star e Laser, que o consagraram no iatismo.

Mais entrosada a cada dia, a dupla Scheidt/Borges se manteve entre os líderes na primeira regata e cruzou a linha de chegada em 6º lugar. Na sequência, os brasileiros mantiveram a regularidade e terminaram a corrida em 9º. Com isso, ocupam a 17º colocação, com 75 pontos perdidos. A liderança está com os britânico Dylan Fletcher-Scott e Stuart Bithell, com 20 pontos perdidos. No total, a classe 49er terá 12 regatas em Miami, mais a medal race, programada para ser disputada no sábado (28).

Os números comprovam a evolução de Scheidt na Copa do Mundo. Na terça-feira (24), abriu a disputa com um 23º lugar. Na segunda prova, subiu para 19º e encerrou sua participação na etapa inicial com a 18º posição na última corrida da programação. “Velejamos bem melhor nesse segundo dia aqui em Miami. Conseguimos boas largadas e nos mantivemos no primeiro pelotão. Continuamos evoluindo e vamos em frente em busca de mais experiência e melhores resultados”, disse o bicampeão olímpico, que é patrocinado pelo Banco do Brasil e Rolex, com os apoios de COB e CBVela.

A etapa de Miami da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela) é a primeira grande competição do ano, mas a temporada 2017 começou há duas semanas para Scheidt e seu novo parceiro. A dupla disputou a Miami Mid Winters e terminou em 11º lugar na disputa que envolveu 17 barcos.

Scheidt entra na disputa da classe 49er na Copa do Mundo confiante após a experiência na Mid Winters. “Foi ótimo ter feito essa competição para ganhar ritmo, ver como são as largadas, a dinâmica da flotilha e a tática da regata, que é muito diferente do que eu estou acostumado. O mais importante é que sentimos ter melhorado a cada dia”, afirmou o maior medalhista olímpico do Brasil, com cinco pódios. Após a World Cup, a nova dupla pretende participar da Copa Brasil, em Porto Alegre e, a partir de abril, investir mais tempo em treinamento, desta vez na Europa.

Além da dupla Robert Scheidt/Gabriel Borges, o Brasil tem mais velejadores da etapa de Miami da Copa do Mundo. São eles: Martine Grael e Kahena Kunze (49erFX); Jorge Zarif (Finn); Bruno Fontes (Laser); Henrique Haddad e Breno Abdulklech (470 masculina); Gabriella Kidd (Laser Radial); e Bruna Martinelli (RS:X feminina).

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Scheidt já mostra evolução na classe 49er na Copa do Mundo"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *