Scheidt e Borges têm estreia difícil no Campeonato Europeu

64 0

Da Redação – Robert Scheidt e Gabriel Borges iniciaram a disputa do Campeonato Europeu de 49er neste domingo (30), no Kieler Yacht-Club, em Kiel, na Alemanha. Em sua primeira temporada na nova classe, a dupla de iatistas brasileiros estreou um novo barco na competição, que termina na próxima sexta-feira (4). Nesta segunda-feira (31), o bicampeão olímpico e seu proeiro voltam à água com a expectativa de obter resultados melhores em relação às provas iniciais.

Considerado uma prévia do Mundial – a partir de 28 de agosto, na cidade do Porto, em Portugal -, o Campeonato Europeu tem altíssimo nível técnico. E enfrentar adversários mais experientes e condições climáticas pouco favoráveis para novatos na classe traz dificuldades naturais à dupla. Mesmo assim, Scheidt e Borges lutaram até o fim nas quatro regatas de domingo. Cruzaram a linha de chegada em 22º lugar na primeira prova e se recuperaram na sequência, fazendo um 11º. Depois, voltaram a ter problemas e completaram o dia com dois 21º lugares.

No total, 92 barcos correm o Europeu. Na classificação geral, Scheidt e Borges ocupam a 59ª colocação, com 53 pontos perdidos (contando um descarte). “Foi um dia bem duro para nós. Velejamos mal nas duas primeiras baterias, sempre do lado errado do vento. Na terceira e na quarta regatas, vínhamos bem, mas o vento aumentou bastante, foi para 20 nós, e, após rajadas muito fortes, nosso barco virou duas vezes. Com isso, perdemos muitas posições. Velejar de 49er em condições assim é sempre muito difícil, mas esperamos melhorar para o segundo dia, pois o vento deve diminuir”, contou o atleta, patrocinado pelo Banco do Brasil e Rolex, com os apoios do COB e CBVela.

O Campeonato Europeu conta com três flotilhas nos três primeiros dias de disputa. Os melhores avançam para a flotilha ouro em busca de um lugar entre os dez primeiros colocados que disputarão a medal race, dia 4 de agosto. “Os principais velejadores do planeta na 49er estão em Kiel. Isso eleva o nível da disputa e faz da competição uma prévia do Mundial. Não vai ser fácil, mas vamos lutar para conseguir um lugar entre os primeiros colocados”, avalia Robert Scheidt, que recentemente esteve na Alemanha para a Kieler Woche, tradicional Semana de Vela de Kiel, onde conseguiu o 17º lugar.

Além de Robert Scheidt e Gabriel Borges, o Brasil conta com mais duas duplas no Europeu. Dante Bianchi e Thomas Low-Beer estão em 20º lugar na classificação geral enquanto Carlos Robles Lorente e Marco Grael estão na 44ª colocação.

Desafio – Aos 44 anos e consagrado na Star e Laser, Scheidt disputa sua primeira temporada na 49er. Encara o desafio de velejar em um barco maior, mais veloz e com estratégias diferentes a fim de iniciar um novo ciclo olímpico, visando os Jogos de Tóquio, em 2020. Com isso, sabe que as dificuldades fazem parte do processo de adaptação às características da nova classe. E reconhece estar evoluindo gradativamente, muito auxiliado pelo proeiro Gabriel Borges.

Crescimento – A evolução de Robert na 49er pode ser comprovada pelo seu desempenho. Na Copa Brasil, disputada no início de março, em Porto Alegre, venceu quatro regatas, as primeiras na nova categoria, conquistando a medalha de prata. Antes de competir em águas brasileiras, disputou a etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela, em janeiro. E conseguiu o 16º lugar na disputa que reuniu 26 barcos com os melhores iatistas do planeta. Na Miami Mid Winters, também no início de 2017, conseguiu 11º lugar no campeonato que envolveu 17 competidores. No final de março, correu o Troféu Princesa Sofia e novamente fez um 11º lugar.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Scheidt e Borges têm estreia difícil no Campeonato Europeu"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *