SBC impõe economia anual de R$ 1,2 milhão com fim de aluguéis

71 0

Desde 2017, gestão Orlando Morando tem recuperado próprios públicos para incorporação de serviços antes ofertados em imóveis

Texto: Leandro Baldini – Crédito-Foto: Gabriel Inamine (PMSBC)

Da Redação – O planejamento austero contra o desperdício de gastos públicos, implementado pela gestão do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, em 1º de janeiro de 2017, garantiu uma economia anual de R$ 1,2 milhão com o fim dos aluguéis para a prestação de serviços à população. A partir deste período, a Administração Municipal vem recuperando espaços públicos, deixando-os aptos para a oferta de atendimentos nos mais variados setores, findando antigos contratos de locações, que geravam custos aos cofres municipais.

Conforme levantamento elaborado pela Secretaria de Administração e Inovação, a Prefeitura eliminou 13 vínculos locatários que, até então, estavam fixados como sede de serviços públicos, como delegacias, o posto do programa Atende Bem no bairro Assunção – que passou a funcionar em espaço anexo ao Teatro Elis Regina – Cartório Eleitoral, Junta de Serviço Militar, entre outros. Juntos, estes espaços somavam despesas mensais com aluguéis de R$ 103,2 mil.

“Muitos eram os próprios públicos que estavam abandonados. Assim, buscamos garantir o enxugamento dos gastos, mas sem perder a excelência na oferta dos serviços. Foi possível avançar e obter uma saúde financeira importante ao município, o que tem nos auxiliado em momentos de emergência, como, por exemplo, neste período de pandemia”, destacou o prefeito Orlando Morando.

AÇÃO – Dentro desta política de recuperação dos espaços, um dos destaques foi a modificação da sede da agência pública CTR (Central de Trabalho e Renda), que, antes, despendia gastos de R$ 27,5 mil por mês e de R$ 330 mil por ano, em prédio alugado na Rua Marechal Deodoro, no Centro. Em junho do ano passado, a CTR foi remanejada para próprio municipal, que estava abandonado, na Rua Padre Lustosa, nº 48, Centro.

“Este é um planejamento que vem dando certo e tem sido de extrema importância para o equilíbrio do município. Ao longo destes anos, São Bernardo vem garantindo melhora no atendimento dos serviços e com uma ação responsável de gastos. Vamos seguir com este planejamento prioritário para mais avanços”, pontuou o secretário de Administração e Inovação, Adler Kiko Teixeira.    RESULTADO – O plano de redutores de gastos municipais permitiu que São Bernardo recuperasse sua credibilidade financeira para mais investimentos ao longo destes últimos anos. Um deles foi a evolução do rating junto à Caixa Econômica Federal, que até 2016 era “D -” e atualmente é “A +”.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "SBC impõe economia anual de R$ 1,2 milhão com fim de aluguéis"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *