Saúde amplia atendimento a mulheres durante o Outubro Rosa

794 0

Da Redação – Durante o mês do Outubro Rosa, diversas ações de conscientização foram promovidas em São Bernardo para lembrar as mulheres sobre a importância de realizarem os exames de saúde preventivos do câncer de mama e de colo do útero. Os esforços da Secretaria de Saúde deram bons resultados. A procura pelos serviços na rede municipal teve aumento expressivo em comparação ao mesmo mês do ano passado.

Em 24 de outubro, um sábado, as 34 UBSs do município abriram as portas exclusivamente para atender às mulheres. No Dia D de Combate ao Câncer de Mama, 2.876 moradoras procuraram as unidades para agendar a mamografia. O número é 35% maior que no Dia D de 2014, quando 2.126 exames do tipo foram marcados.

A quantidade de citologias realizadas — teste ginecológico conhecido como Papanicolau, que identifica alterações no colo do útero — também aumentou. Foram 4.342 exames contra 5.701, comparando as mesmas datas, um acréscimo de 31%.

Para o coordenador médico do Centro de Atenção Integral da Saúde da Mulher (Caism) Rodolfo Strufaldi, o crescimento é um dado bastante positivo: “Tivemos uma procura expressiva, e isso mostra o quanto a mobilização é importante. Para se ter ideia, no ano todo fazemos cerca de 50 mil citologias. Em apenas um dia, coletamos mais de 10% desse total. Isso nos estimula a fazer cada vez melhor”, avalia Strufaldi.

Ele acredita que as campanhas contribuem para que, ano após ano, as mulheres passem a se preocupar cada vez mais com a saúde e a valorizar a prevenção. “O fato de abrirmos a unidade no sábado beneficia sobretudo mulheres que trabalham o dia todo, chegam tarde em casa e não conseguem acessar o serviço durante a semana. A divulgação foi ampla, e a caminhada que fizemos na Rua Marechal Deodoro, no sábado anterior ao Dia D, foi decisiva para sensibilizarmos um número maior de mulheres”, afirma.

No dia 17, a Caminhada de Prevenção contra o Câncer de Mama reuniu 400 pessoas. A concentração foi realizada na Praça da Matriz e a ação contou com o apoio de integrantes da ONG Recomeçar é Possível, que reúne mulheres mastectomizadas no município. Houve também a participação das usuárias do Projeto de Bem com a Vida, das agentes comunitárias de saúde e dos trabalhadores da rede municipal.

Strufaldi explica que a mamografia deve ser feita anualmente por mulheres com 50 anos de idade ou mais, independentemente dos sintomas. No Dia D, do total de agendamentos, 64% foram para usuárias nessa faixa etária. O exame é capaz de identificar a presença de nódulos nos seios, que podem ser diagnosticados como câncer de mama. Para pacientes com menos de 50 anos, o procedimento é indicado quando há suspeita ou histórico familiar da doença, o que representou 36% dos pedidos.

Usuárias que apresentarem alteração no exame serão encaminhadas diretamente para consulta com mastologista no Caism. Não há fila de espera para o atendimento na especialidade. Já o resultado do exame de Papanicolau deve ser retirado na UBS onde a coleta foi realizada. A citologia deve ser feita todos os anos, por todas as mulheres que já iniciaram a vida sexual.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Saúde amplia atendimento a mulheres durante o Outubro Rosa"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *