São Paulo: tá chegando a hora, de novo.

545 0
Márcio Trevisan

* Márcio Trevisan – Não, meus amigos, vocês não estão enganados: já leram um título muito parecido com este nesta mesma coluna, e não faz tanto tempo assim – foi em 07 de dezembro passado. Na ocasião, eu dizia que o time do Morumbi estava muito perto de colocar um fim ao seu já longo jejum de títulos.

Afinal, lembrava, “o Campeonato Brasileiro parece ver o São Paulo dar não pistas, mas quase provas de que pegou o rumo certo, embalou no momento exato e que dentro de pouco mais de dois meses permitirá à sua imensa torcida, aliás a terceira maior do Brasil, o direito de fazer a festa”.

Pois bem: como sabemos, o Tricolor não faturou o Brasileirão de 2020 e, sem querer dar uma de Mãe Dinah, lembro que eu também avisei que isso poderia acontecer: “Admito que os deuses do futebol, vira e mexe, aprontam das suas”, salientei.

De qualquer forma, mais uma vez a equipe de Daniel Alves parece estar perto, muito perto de ser campeã após mais de oito anos (sua última conquista se deu em agosto de 2012, quando ganhou a Copa Sul-Americana em uma partida que nem segundo tempo teve, já que os jogadores do Tigre/ARG, sentindo-se prejudicados pela arbitragem e acusando policiais de os terem ameaçado com revólveres, se negaram a voltar ao gramado após o intervalo. O placar final, assim, foi o do primeiro tempo: 2 a 0 para a equipe brasileira).

O futebol que o time agora dirigido pelo ex-centroavante argentino Hernán Crespo tem mostrado no Campeonato Paulista, assim como a quase perfeita campanha até aqui – venceu oito das dez partidas que disputou, tem um aproveitamos superior a 83%, de longe o melhor ataque, com 25 gols e a terceira melhor defesa, ao lado do Corinthians: seis gols – o aponta como o favorito disparado à conquista do título.

Já classificado à próxima etapa da competição, o São Paulo só aguarda a definição de seu adversário: Ferroviária, Ponte Preta ou São Bento. Nenhuma destas três equipes, que terá de atuar no Morumbi, parece ser capaz sequer de incomodar o melhor time do estado no momento.

É claro que, dali em diante, ou seja, a partir das semifinais, as coisas ficarão um pouco mais complicadas. Porém, um detalhe pra lá de importante também aumenta ainda mais as chances de o Tricolor chegar à grande decisão: com o Palmeiras praticamente fora da briga pela classificação às quartas-de-final e o Santos correndo o sério risco de seguir o mesmo caminho, o oponente são-paulino muito provavelmente será o quarto colocado na classificação geral e, também, uma equipe pequena e do Interior, já que o Corinthians (também já classificado) deverá ficar com a segunda posição geral.

Ou seja: assim como há pouco mais de quatro meses, creio que em 23 de maio próximo será muito difícil não vermos as ruas do País enfeitadas de vermelho, preto e branco e a terceira maior torcida do Brasil comemorando o fim de uma agonia que, diante do gigantismo do São Paulo, já se lhe tornou insuportável. 

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 16265886_1386187048120367_3685807754042919719_n-1.jpg
Márcio Trevisan

* Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 32 anos. Começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde atuou por 12 anos. Passou, também, pelas assessorias de Imprensa da SE Palmeiras e do SAFESP, além de outros órgãos. Há 14 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 450 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contatos diretos com o colunista podem ser feitos pelo endereço eletrônico

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "São Paulo: tá chegando a hora, de novo."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *