São Paulo joga bem, mas é superado pelo Praia Clube por 3 a 1

55 0

Equipe de Zé Roberto fez um bom jogo, e mostra que o time está no caminho certo

Da Redação – Em mais uma prova de que o trabalho do técnico José Roberto Guimarães no São Paulo F.C./Barueri vai no caminho certo, o Tricolor vendeu caríssimo a derrota nesta terça-feira (1), por 3 a 1, pela Superliga. O Dentil/Praia Clube, líder, com sete vitórias, perdeu um set pela primeira vez na competição. As parciais foram 26-24, 21-25, 25-21 e 25-22.

Zé Roberto resolveu fazer uma aposta diferente na escalação: colocou a levantadora Jacke, que havia sido titular no início do Campeonato Paulista, preterindo Kenya, considerada por ele mesmo como uma das mais promissoras atletas do elenco. Com Jacke, o São Paulo jogou com outra característica, explorando bastante o jogo das centrais, que vivem excelente fase. Lorena foi a segunda maior pontuadora, com 15 acertos, enquanto Diana contribuiu com 13. As duas ficaram atrás da oposto Lorrayna (18).

O primeiro set foi o mais parelho de todos. O São Paulo chegou a ter dois set points, mas não conseguiu aproveitar. O elevado número de erros, uma das marcas do jovem elenco, voltou a pesar: foram nove pontos cedidos dessa forma ao adversário na primeira parcial.

Sentindo-se confiante em quadra, a equipe do São Paulo continuou muito aplicada no segundo set. Jacke seguiu explorando muito bem o potencial de suas atacantes, variando as jogadas. Para se ter uma ideia, o primeiro ponto de bloqueio da equipe de Uberlândia ocorreu só no 19 a 18 dessa parcial. É bem verdade que Jacke se valeu de mais uma partidaça da líbero Nyeme, tanto na recepção como na defesa.

Maira, que não havia pontuado na primeira parcial, subiu muito de produção e foi decisiva – destacou-se como a maior pontuadora de Barueri no segundo set, ao lado da inspiradíssima Lorena, com cinco acertos.

Mordido com o empate em sets, o Praia Clube jogou com maior agressividade desde o início da terceira parcial. Explorando a grande capacidade de suas atacantes, a levantadora Claudinha distribuiu melhor as jogadas, e a equipe mineira chegou a abrir 9 a 5.

Mas a luta é uma das grandes marcas do São Paulo, e o time da casa conseguiu empatar em 12 a 12, jogando com aplicação e inteligência. Um dos trunfos do Tricolor é o saque tático, que prejudica a armação de jogo adversária.

Quando o jogo estava empatado em 16 a 16, Barueri cometeu alguns erros, e o jogo desandou – um saque com o pé na linha, uma falha no posicionamento, e o Praia assumiu a liderança. Experiente, o Praia Clube não permitiu a reação paulista e abriu 2 a 1 em sets.

No quarto set, o São Paulo continuou jogando bem. Maira novamente se destacou, com excelente aproveitamento na pipe. A capitã anotou cinco pontos. Apesar de todo o esforço, no entanto, o Praia Clube novamente se sobressaiu, com destaque para Brayelin Martinez, que recebeu o Troféu Viva Vôlei, e para Fernanda Garay.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "São Paulo joga bem, mas é superado pelo Praia Clube por 3 a 1"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *