São Caetano reage em casa e empata em 4 a 4 contra o Bragantino

170 0

Missão quase Impossível: Azulão foi para o intervalo perdendo por 4 a 1 e com um jogador a menos, mas buscou o empate em 4 a 4 com o Bragantino

Da Redação – O São Caetano mostrou na tarde deste sábado um poder de reação incrível ao buscar o que parecia impossível. Em partida válida pela sétima rodada do Paulistão, o time do ABC empatou com o Bragantino, por 4 a 4, no Anacleto Campanella, depois de ter ido para o intervalo perdendo por 4 a 1 e com um homem a menos.

Apesar da reação, o São Caetano segue em situação delicada no campeonato, amargando a lanterna do Grupo A e em penúltimo lugar na classificação geral. São apenas quatro pontos e nenhuma vitória.

Por outro lado, o Bragantino chegou aos nove e é o líder do Grupo C, mas pode ser ultrapassado por Ferroviária e Corinthians no complemento da rodada.

Com muitas mudanças em relação ao último jogo, o São Caetano perdeu uma chance incrível aos nove minutos. Capa foi lançado por Vitinho e cruzou rasteiro para trás. Na marca do pênalti, Rafael Marques chegou batendo de primeira e mandou por cima. O castigo veio aos 15. Wesley cruzou e Rafael Chorão, sem deixar cair, mandou no cantinho de Douglas, abrindo o placar para o Bragantino.

O São Caetano sentiu o gol e viu a situação fica ainda mais complicada aos 28 minutos, quando o goleiro Douglas derrubou Wesley fora da área e foi expulso. Na cobrança rasteira de Itaqui, Jacsson, que entrou no lugar de Rafael Marques, rebateu e Wesley não desperdiçou o rebote. No contra-ataque, o Massa Bruta liquidou o jogo aos 35.

Matheus Peixoto foi lançado em velocidade, invadiu a área e tocou para Wesley só empurrar para o gol. Cinco minutos depois, Bruno Mezenga foi puxado por Júnior Baiano dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio atacante. A reação do São Caetano, porém, recebeu um balde de água fria aos 42.

Willians escorregou na hora de tirar a bola dentro da área e mandou no peito de Matheus Peixoto, que dominou e bateu rasteiro por baixo de Jacsson. Um lance bizarro que reflete o momento vivido pelo Azulão neste início de temporada.

Logo aos dez minutos do segundo tempo, Alex Reinaldo cobrou falta com força, a bola passou por todo mundo e entrou no cantinho de Alex Alves. O gol deu uma pontinha de esperança ao São Caetano. E ela ficou ainda mais possível dois minutos depois, quando Joécio subiu livre e fez o terceiro do Azulão.

O Bragantino voltou a assustar em chute forte de Klauber. Jacsson se esticou todo e espalmou para escanteio. Aos 25, Bruno Mezenga perdeu a chance de empatar para o São Caetano ao desviar cruzamento de Vitinho pela linha de fundo.

Aos 35, Minho soltou a bomba de fora da área e a bola explodiu na trave de Alex Alves. Quase o empate do Azulão. Logo depois, o goleiro do Bragantino defendeu cabeçada de Bruno Mezenga. E o que parecia impossível aconteceu aos 40.

Após falta cobrada para dentro da área, Alex Alves saiu mal e Bruno Mezenga desviou de cabeça para o gol. Na beira do gramado, o técnico Marcelo Veiga parecia não acreditar que o time cedeu o empate mesmo com um homem a menos. No fim, restou lamentar um jogo que estava ganho.

PRÓXIMOS JOGOS

O São Caetano volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Guarani, às 16h30, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Na sexta-feira, o Bragantino recebe o Novorizontino, às 21 horas, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "São Caetano reage em casa e empata em 4 a 4 contra o Bragantino"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *