São Caetano avança 15 posições em novo ranking nacional do IFDM

801 0

Da Redação – São Caetano, que ostenta o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), agora tem mais um motivo para comemorar. Avançou 15 posições em novo ranking nacional de desenvolvimento socioeconômico, divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

O estudo avalia condições de Educação, Saúde, Emprego e Renda dos 5.517 municípios brasileiros, com base nos dados oficiais de 2013. Com nota 0,9006 (escala de zero a 1), a cidade se recuperou no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), alcançando a quarta colocação, depois de ter perdido posições na edição anterior de 2012 (0,8771 ponto), quando figurou em 19º no País.

Para o prefeito Paulo Pinheiro, o crescimento da cidade é creditado ao seu primeiro ano de gestão e que a projeção será ainda melhor nos próximos anos do levantamento. “Para a mudança acontecer, é preciso reconstruir. É este processo que estamos conduzindo a pulsos firmes. Enfrentamos os problemas com coragem. Hoje, São Caetano está de volta à rota do desenvolvimento, apesar da crise econômica do País. Mas, jamais nos debruçaremos por termos conquistado um bom indicador. Queremos sempre a excelência”, afirmou.

O ranking geral do IFDM aponta que 60,3% das cidades têm desenvolvimento moderado e apenas 7,8% registram alto nível de desenvolvimento, que é o caso de São Caetano. No Brasil, só perdeu para Extrema, em Minas Gerais, São José do Rio Preto e Indaiatuba, ambas no interior de São Paulo. A evolução do município é apresentada em todos os indicadores do IFDM. Na Educação, saltou de 0,9703 ponto (2012) para 0,9783 (2013). Na Saúde, de 0,9647 ponto (2012) para 0,9674 (2013). No Emprego e Renda, de 0,6963 (2012) ponto para 0,7562 (2013). Nesta última área, subiu 349 posições.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações de Trabalho, Francisco Antonio Soeltl, a ascensão é devido ao nível de formação do munícipe acima da expectativa, o que atrai empresas em busca de mão de obra qualificada e que oferecem bons salários. “Um exemplo é a chegada do contact center da italiana Abramo. Vai empregar 800 pessoas com fluência em inglês até o fim de 2016, com salário que é o dobro da média do mercado.”

Especialistas avaliam que São Caetano tem um forte mercado de trabalho formalizado, com a presença de empresas de grande porte, o que contribui para a 191ª posição nacional no ranking de Emprego e Renda. Porém, o desempenho no indicador geral não seria tão bom se a cidade não se sobressaísse em Saúde e Educação, respectivamente, nas 34ª e 50ª colocações, com resultados de excelência, bem acima da média brasileira.

Destaque do levantamento para a Educação sulsancaetanense, com 78,8% de crianças de até cinco anos que frequentam creches e pré-escolas (frente a 44,7% do Brasil como um todo), e para a Saúde, com percentual 87,1% de sete ou mais consultas de pré-natal por nascidos vivos (frente a 61,8% no País).

O IFDM é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada cidade dividido em quatro categorias da seguinte maneira: desenvolvimento baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1).

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "São Caetano avança 15 posições em novo ranking nacional do IFDM"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *