SBC consolida política de trabalho e capacitação profissional

1140 2

Texto: Kati Dias – Fotos: Gabriel Inamine

Da Redação – Em janeiro de 2017, o prefeito Orlando Morando assumiu a Prefeitura de São Bernardo em meio a maior crise institucional e financeira do País. A cidade não estava em uma situação muito diferente. Em função da grande dívida deixada pela gestão anterior (R$ 200 milhões em restos a pagar), falta de planejamento e de transparência, obras iniciadas estavam paralisadas assim como o município contava com mais de 70 mil desempregados.

Para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico de São Bernardo, esta gestão buscou planos e medidas para aquecer a economia, bem como se aproximou das empresas, criando uma série de ações que culminaram no desenvolvimento de políticas públicas como a sanção da Lei de Incentivo Fiscal, que concede aos empregadores desconto gradativo no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) mediante abertura de novos postos de trabalho.

Essa política tem trazido resultados importantes como a que mostra São Bernardo liderando o saldo positivo na região no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) com a geração de 3.329 novos postos de trabalho gerados em agosto. A instalação de novas empresas na cidade, bem como a expansão da Scania e da Grob, além dos investimentos da Volkswagen na planta localizada na cidade. Esta gestão ainda desenvolveu o Ceitec (Centro de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica) a fim de fomentar o empreendedorismo e a estruturação de negócios com veia tecnológica.

Outra ação realizada pela Prefeitura para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico é a promoção de cursos de qualificação profissional para quem busca recolocação no mercado de trabalho ou empreender. Esta gestão fechou uma parceria com o Senac São Bernardo que implantou cerca de 1.700 cursos gratuitos, em 25 modalidades, além dos cursos de gastronomia no restaurante-escola do Cenforpe.

Recentemente, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) ofereceu, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, cursos de panificação e de construção civil. Este último com especialização em pedreiro e assentador de pisos e azulejos. Nesta terça-feira (11/09), mais 28 inscritos, num total de 80 alunos, se formaram nos cursos de construção civil. As aulas ocorreram na unidade da Fundação Criança, localizada no Parque São Bernardo. Só na Construção Civil, a cidade gerou mais de 6.000 postos de trabalho, graças à retomada das obras de Mobilidade Urbana e Habitação.

CONDIÇÃO – “Essa iniciativa cumpre um compromisso assumido no meu plano de governo: investir na capacitação e qualificação profissional. Entendemos que quanto mais formação o trabalhador tenha, melhor preparado estará para buscar oportunidades no mercado de trabalho.  São Bernardo é uma cidade que sempre teve vocação industrial. No entanto, por causa da crise econômica, essas aberturas de emprego vêm diminuindo. Estes cursos oferecem uma boa chance para os munícipes desempregados obterem uma nova qualificação e, quem sabe, investir numa nova profissão ou abrir seu próprio negócio”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

Adryelle Fátima de Souza, de 22 anos, moradora do Parque São Bernardo, não escondeu a alegria ao exibir os certificados de conclusão dos cursos de pedreiro e assentador de pisos e azulejos. Sua história com a construção civil começou no ano passado, quando passou a ser ajudante do marido – que é pedreiro – a carregar os materiais para a construção de sua casa própria. “Aqui tive a oportunidade de aprender muita coisa: assentar tijolo, escavar e assentar pisos. Tenho certeza de que esses certificados irão ajudar muito. Não só na conclusão da minha casa, como para conseguir novos trabalhos junto com o meu marido”, disse.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

2 Comentários on "SBC consolida política de trabalho e capacitação profissional"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *