Sabesp flagra furto de água em prédio residencial com 448 apartamentos em Itaqua

1254 0

Da Redação – A Sabesp flagrou furto de água em um condomínio de 448 apartamentos localizado na Rua Cambará, em Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo. A companhia identificou queda brusca no histórico de consumo do imóvel, o que levantou a suspeita de irregularidade, comprovada durante vistoria realizada hoje (10 de novembro. No endereço havia esquema ilegal que desviava a rede de água do hidrômetro.

O local tinha consumo médio mensal de 4.300 m³, ou 4,3 milhões de litros, que caiu repentinamente para cerca de 1.500 m³ ou 1,5 milhão de litros. Essa diferença de 2,8 milhões de litros seria suficiente para abastecer 700 pessoas.

A ação contou com o apoio da Polícia Civil, que acompanha as operações caça-fraude da Sabesp sempre que o suspeito impede a fiscalização e também para prender os responsáveis pela irregularidade, se houver flagrante policial por furto de água. No caso de hoje, a ocorrência foi registrada na delegacia central de Itaquaquecetuba, com abertura de inquérito por furto. A síndica do condomínio foi chamada para prestar esclarecimentos na delegacia e depois, liberada.

A Sabesp fechou o terceiro trimestre de 2015 com 14.200 casos de furto de água na Grande São Paulo e também na Região Bragantina, recuperando em média 2,7 bilhões de litros de janeiro a setembro deste ano – volume suficiente para abastecer cerca de 240 mil pessoas ou a população do município de Barueri. No mesmo período de 2014, foram flagradas 11.190 fraudes, que evitaram o desvio de 1,81 bilhão de litros. Houve em 2015, portanto, um aumento de 27% na quantidade de flagrantes.

O número de denúncias de fraude aumentou neste ano e contribuiu para alta. Em 2014, o Disque-Denúncia (181) recebeu 320 ligações relatando suspeita de furto de água. Em 2015, de janeiro a setembro, já são 960 relatos. Já a Central de Atendimento Telefônico da Sabesp (195) apresentou um crescimento de 21% das denúncias recebidas.  Para os dois telefones a ligação é gratuita e é garantido o sigilo do denunciante.

A companhia trabalha com cerca de 70 equipes de caça-fraude na Grande São Paulo e na região de Bragança Paulista. Os técnicos acompanham o histórico de  consumo e vistoriam os imóveis quando há indícios de irregularidade ou quando recebem denúncia. Até setembro, foram abertos 394 boletins de ocorrência. Do total de fraudes identificadas neste ano, 12.300 casos são em residências, 1.200 em estabelecimentos comerciais e outros 700 em imóveis de uso misto e indústrias. A violação de hidrômetro (47%) e as ligações clandestinas (45%) foram as principais ocorrências. No entanto, as fraudes em comércios geram um desvio muito maior de água por causa do consumo maior.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Sabesp flagra furto de água em prédio residencial com 448 apartamentos em Itaqua"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *