Roteiro cultural para ver e ouvir em São Bernardo do Campo

704 0

Da Redação – O morador e o turista encontram em São Bernardo mais do que boas opções de gastronomia e espaços públicos para momento de lazer e contemplação da natureza em parques e praças, por exemplo. A cidade reserva aos ávidos por cultura gama de atrações, que vão de exposições na Pinacoteca a peças teatrais, shows e atividades circenses. Conta ainda com cinco polos culturais, nos bairros Taboão, Ferrazópolis, Riacho Grande, Jardim Represa e Vila São Pedro.

O músico Thiago Luís Santana Guidotti, 30 anos, morador do Parque Espacial, se diz frequentador assíduo dos palcos e dos cinco teatros da cidade. “Sempre há bons espetáculos em todos eles, mas frequento mais o Teatro Lauro Gomes. Como sou músico, às vezes me apresento com meu grupo em alguns parques da cidade. Quando não estou tocando, vou prestigiar os amigos.”

Para Guidotti, a ampla e variada programação cultural e a segurança são os diferenciais em São Bernardo. “Sempre que posso levo minha filha, de 8 anos, aos parques, porque tem bastante diversão para as crianças. Gosto do Parque Salvador Arena, que tem um aquário e diferentes espécies de peixes.”

Pinacoteca – Considerada como uma das mais modernas do Estado e referência na região, a Pinacoteca, que em novembro completou 35 anos, promove com frequência exposições de artistas contemporâneos, entre os quais o são-bernardense Antonio Aparecido Orbetelli.

Os quadros de Orbetelli retratam figuras femininas e mitológicas, natureza, animais e aves, com cores vivas. Entre as obras o artista que estiveram expostas este ano estão “Espíritos Opostos”, “Cristo Julgado” e “Nossa Senhora do Sangue, com Maria Madalena”.

Cidade da TV – Outro roteiro importante na área da cultura é a Cidade da TV, instalada na Cidade da Criança (Rua Tasman, 301, Jardim do Mar) e que desde 2011 reúne acervo da tevê brasileira por meio de parceria entre a Administração e Associação dos Pioneiros da Televisão (Pró-TV), instituição que reúne artistas e é presidida por Vida Alves, protagonista do primeiro beijo da teledramaturgia brasileira.

O local, que recebe cerca de 400 pessoas/mês, abriga a Vila Redenção, espaço cenográfico tombado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural de São Bernardo (COMPAHC), que reúne réplicas de personagens e figurinos da novela Redenção, e também espaço em homenagem à ex-apresentadora de televisão Lenita Cauduro. Ela atuou em diversas emissoras de Santa Catarina, como a rádio e TV Eldorado e RBS. O local guarda, por exemplo, a primeira roupa com brilho exibida na TV brasileira.

A Cidade da TV concentra ainda a inédita tecnologia da TV holográfica, importada da Alemanha, bem como objetos, fotos e vídeos de novelas e programas de auditório, aparelhos antigos de tevê em branco e preto e em cores, câmeras pioneiras das TVs no Brasil, um túnel com recursos eletrônicos de última geração, que conduz à época da inauguração da televisão em cores no Brasil e diversas atrações interativas, além de um setor que reproduz o que será a TV do futuro.

A professora Vanessa Allen Ferre, 39 anos, moradora da Zona Leste da Capital, visitou o local pela primeira vez e se encantou. “A Cidade da TV resgata o que realmente é história. Mostra um período romântico da tevê. É como voltar no tempo rever personagens como Chacrinha, que marcou parte da vida dos meus pais e avós e também da minha infância.”

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Roteiro cultural para ver e ouvir em São Bernardo do Campo"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *