Região do Assunção elege reforma de escola e canalização como prioridades

667 0

Da Redação – “Sou muito grata à Prefeitura por tudo que vem proporcionando ao povo. Mais uma vez estamos elegendo demandas para melhorar ainda mais nossa cidade. É muito importante participar do planejamento de São Bernardo”, comentou Maria Margarida Souza, que mora há 50 anos no Jardim Lavínia. Maria foi um dos 234 moradores inscritos e aptos a votar durante mais uma plenária deliberativa do Orçamento Participativo (OP) 2017/2018, uma das 20 que a Prefeitura de São Bernardo está realizando na cidade de 2/5 até 1/6.

Nos encontros, os munícipes escolhem prioridades de investimento para a sua região e para o município que poderão, posteriormente, ser incorporadas ao orçamento e executadas. A plenária desta segunda reuniu moradores da chamada Região J, Assunção, que compreende, além do Bairro Assunção, o Jd. Lavínia, Vl. Rica, Vl. Artuélia, Vl. Marabá, Vl. Flora, Vl. Rosane, Jd. Beatriz, Jd. das Palmeiras, Pq. São José, Jd. Marina e Jd. Colonial, entre outras localidades.

As demandas escolhidas pela comunidade como prioritárias foram a reforma e ampliação da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Guilherme Almeida; a canalização do córrego da Avenida Café Filho; e a revitalização da Praça Giuseppe Stangorlini. A demanda eleita como prioridade para a cidade foi a ampliação do Centro Dia.

O secretário de Coordenação Governamental, que também responde pela pasta de Serviços Urbanos, Tarcisio Secoli, presente ao encontro, explicou o funcionamento do orçamento participativo. “A melhor forma de saber o que fazer na cidade é ouvir os interessados. Nas 20 plenárias a gente tem a possibilidade de escutar a população para poder atender as principais necessidades.”

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, conversou com os moradores e falou sobre alguns dos avanços que a cidade vem experimentando graças ao OP. “Nós implementamos um modo de governo participativo, diferente do habitual. Juntos, podemos fazer muito mais pela nossa cidade”, concluiu. Para compor o Conselho Municipal do Orçamento (CMO), que define quais demandas serão incluídas na peça orçamentária, foram eleitas as moradoras Maria Margarida Silva Souza, titular, e Adelino de Souza Bueno, como suplente.

No encontro, a população também ficou sabendo sobre a situação das demandas eleitas como prioridade durante os OPs anteriores. Algumas das intervenções concluídas foram a revitalização do canteiro central da Avenida João Café Filho; reforma e ampliação da unidade de saúde da Vila Marchi; cobertura da quadra do Espaço Dona Lindu, da Fundação Criança; recapeamento das ruas das Orquídeas e Jorge Pires, na Vila Marchi; recapeamento de trecho das ruas Cristiano Angeli, Padre Antônio de Souza Lima e de trecho da Rua Viña Del Mar até a Rua Padre Igino Francisco Teixeira; e o recapeamento das ruas Miosótis, Dálias, Ângelo Pessotti e Begônias.

Estão em andamento a duplicação da Avenida Samuel Aizemberg (inserida na obra do Corredor Leste-Oeste); a reconstrução da Emeb Gildo dos Santos; e a reforma e ampliação da Emeb Estudante Flamínio Araujo de Castro Rangel.

Próximos encontros – A próxima plenária deliberativa do OP será na terça-feira (24), na Região C (Paulicéia/Jordanópolis), na Emeb Escritor Júlio Atlas, na Rua Martins, s/n, no Bairro Paulicéia. O calendário completo das plenárias pode ser acessado em www.saobernardo.sp.gov.br/op2016

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Região do Assunção elege reforma de escola e canalização como prioridades"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *