Rafael Gombez: um exemplo de vida!

771 0

As coisa maiores, as mais altas, as mais nobres, as mais sublimes têm a possibilidade de ser expressas com simplicidade…     Mae.

* Hildebrando Pafundi – A Subsede da Apeoesp de São Bernardo (Rua dom Paulo Mariano, 40, no bairro de Nova Petrópolis) sedia no próximo sábado (6 de agosto), das 16h às 18h, o lançamento do livro Aonde o Corpo se Põe, de Rafael Gombez, que completaria 33 anos no dia 16 julho de 2016. O livro de poemas foi organizado pelo autor em 2008.

A publicação, coordenada por Bia Lopes e Marcia Matos, conta com texto de apresentação de José Miguel Wisnik, orelha de Juliano Garcia Pessanha e sai pela Editora Patuá. Além das pessoas citadas, a mãe Maria das Graças e família e um grupo de amigos dos mais diversos círculos de Rafael se reuniram com o intuito de criar condições para a obra ser publicada.

O poeta, natural de Ji-Paraná (Rondônia), viveu em São Bernardo desde meados da década de 1990. Nos anos 2000, frequentou, participou e realizou atividades na Câmara de Cultura Antonino Assumpção e de outros espaços culturais do ABCD, além de assistir, como aluno ouvinte, às aulas de Literatura Brasileira e Portuguesa na USP.

Em São Bernardo, participou de oficinas de poesia, do movimento estudantil, da militância política e cursou, sem concluir, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Gostava de transitar pela cidade de São Paulo, por seus eventos culturais, mas quando permanecia muito em suas ruas, sentia muita falta do mar e de um horizonte onde pousar. Leitor atento das falas do cotidiano, de ensaios de filosofia e sociologia, Rafael encontrou na poesia e na literatura lugares propícios e comoventes para trabalhar nas imagens e questões da sua vida.

Nas palavras de José Miguel Wisnik, “Rafael olhou com lucidez a morte, lutou para desnudá-la dos véus e das vendas tenebrosas com que fomos ensinados a vesti-la, e fez com as armas etéreas da poesia aquilo que um dia, com sorte, faremos todos: deixar por um instante extremo, no caos e na presença pungente de uma ausência, a vida toda iluminada”.

Rafael faleceu em 2 de janeiro de 2009, aos 25 anos, de fibrose cística, deixando-nos além de Aonde o corpo se põe, outros textos esparsos e reunidos de prosa e poesia. Seus poemas trazem muitas imagens desse convívio com a vida, com a morte, com a dor, com o cotidiano, com as cidades pelas quais transitava, com as pessoas pelas quais era saudado e a quem ele saudava.

Sua escrita e seu modo de existir transformaram-se profundamente no contato com as obras de Augusto dos Anjos, Rimbaud, Manuel Bandeira, Fernando Pessoa, Guimarães Rosa, Roberto Freire, Juliano Garcia Pessanha, Manoel de Barros e Herberto Helder..

  • Obras de Picasso no Instituto Tomie Ohtake – Foi inaugurada com obras de Pablo Picasso, sendo muitas de seu acervo particular e inéditas no Brasil, que atualmente pertencem ao Museu Nacional Picasso, em Paris, grande exposição no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo e pode ser visitada até de 14 de Agosto. Depois do Instituto, a exposição segue para o Paço Imperial, no Rio de Janeiro, que será inaugurada em Setembro. O artista plástico espanhol Pablo Picasso, que nasceu em 1881 e faleceu em 1973, mesmo sendo mais conhecido como cubista, tinha seu próprio estilo com diferentes técnicas e fez os primeiros desenhos quando estava com apenas 14 anos. Para essa exposição, com curadoria de Emilia Philippot, foram selecionadas 153 peças com a trajetória cronológica e temática do artista e suas principais fases, sendo 116 de sua autoria: 20 esculturas, 20 gravuras, 34 pinturas e 42 desenhos. Há também 22 fotogramas de André Villers, produzidos em parceria com Pablo Picasso. As outras são 12 fotografias feitas por Dora Maar, e três pelo fotógrafo Pierre Manciet, além de filmes sobre as obras de Picasso, seu processo de trabalho e criação. A exposição, denominada “Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem” foi dividida em 10 seções: Formação e influência, Picasso o exorcista (processo e geometrização de formas), o cubista, o clássico (a maternidade, o teatro e a dança), o surrealista, o processo de criação de Guernica (estudo da obra, fotos e o foco), o resistente, o múltiplo (da cerâmica ao fotograma), ele trabalhando e sua última fase, que mostra o erotismo em todos os seus estados. Visitas até dia 14 de Agosto de 2016, de terça-feira a domingo das 11h às 20 horas. As entradas custam R$ 12,00, meia, R$ 6,00, mas nas terças-feiras, as visitas são grátis e crianças até 10 anos não pagam em nenhum dos dias. Os ingressos estão à venda pelo site www.institutotomieohtake.org.br ou na bilheteria do Instituto de terça-feira a domingo das 10h às 19 horas. Endereço: Avenida Faria Lima, 201, com entrada pela Rua Coropés, 88 – São Paulo – Capital, SP.
  • Bienal Internacional do Livro de São Paulo – Já tiveram inicio os preparativos para a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que será realizada entre os dias 26 de Agosto e 4 de Setembro, no Pavilhão de Exposições do Parque Anhembi, na Avenida Olavo Fontoura, 1209, na Capital. O evento reunirá escritores brasileiros e de outras nacionalidades, editoras nacionais e internacionais, com lançamentos de livros, tardes de autógrafos, palestras e debates. Os ingressos, que custam entre R$ 20,00 a R$ 25,00 já estão à venda pelo site www.bienaldolivrosp.com.br que na compra de três ingressos ou mais terá descontos. Já participei de algumas Bienais do Livro de São Paulo, a partir de 2004, geralmente no espaço para associados da União Brasileira de Escritores (UBE), quando aproveitava para fazer lançamentos de livros de minha autoria, fazer trocas, conversar e entrevistar alguns escritores, como o cronista e romancista Ignácio de Loyola Brandão, e o também autor de novelas para televisão e romancista, Walcir Carrasco, entre outros. A deste ano talvez não participe, porque não tenho nenhum livro recente para ser lançado, mas talvez faça uma ou duas visitas para adquirir alguns livros, o que também recomendo aos amigos, amigas e leitores. Até a próxima!
pafundi * Hildebrando Pafundi é escritor, jornalista, contista e cronista. Membro da Academia de Letras da Grande São Paulo, da União Brasileira de Escritores (UBE-SP) e outras entidades. Tem quatro livros publicados. Contatos com o autor e colunista pelo e-mail hpafundi@ig.com.br
Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Rafael Gombez: um exemplo de vida!"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *