Quem é que fica? Quem é que sai?

421 0

* Márcio Trevisan – Dentro de duas semanas, o Campeonato Brasileiro de 2018 estará encerrado. Além do campeão, dos clubes que disputarão as próximas edições da Copa Libertadores da América e da Copa Sul-Americana e, também, daqueles que terão sido rebaixados à Série B de 2019, também estará selado o destino de vários treinadores – alguns poderão passar as festas de fim de ano tranquilos, pois seus empregos estarão garantidos; outros, porém, além de quebrarem as nozes terão, também, de quebrar a cabeça em busca de um novo emprego.

Limitando-nos aos treinadores dos quatro grandes clubes paulistas, veremos que há quem esteja sossegado, quem ainda não sabe em que pé está sua situação e aqueles que já podem começar a enviar seus currículos, pois é certo que um belo de um pé na bunda os espera. Confira abaixo a situação de cada um deles:

Jair Ventura (Corinthians) – Mesmo que o Timão melhore de forma espantosa seu rendimento nas últimas três partidas que fará em 2018 e termine o Brasileirão numa posição que seja ao menos parcialmente digna de sua gloriosa história, é certo que começará 2019 com um outro treinador à frente de seu elenco.

Até aqui, o desempenho do filho de Jairzinho, o “Furacão” da Copa de 1970, é pífio, e nem mesmo a reconhecida fragilidade do elenco ameniza sua situação. O treinador deixará Itaquera não com a leve impressão, como diz a famosa canção, mas sim com a mais absoluta certeza de que já foi tarde.

André Jardini (São Paulo) – À frente do grupo há apenas duas partidas, o jovem que até poucos dias atrás era apenas o auxiliar-técnico fixo do clube parece ter caído nas graças do elenco. Declarações e posturas de jogadores dão indícios de que suas ideias estão sendo muito bem absorvidas pelo grupo, o que obviamente é um ótimo sinal para ele.

Ocorre, porém, que sua permanência dependerá de em qual posição terminar o Tricolor neste Brasileirão. Se ficar entre os quatro primeiros e garantir presença na fase de grupos da Libertadores, suas chances aumentarão muito; mas, se a vaga obtida for apenas para a etapa preliminar do torneio, que aliás começará bem antes e já será eliminatória, talvez a diretoria opte por um nome mais experiente.

Cuca (Santos) – Depois de livrar o time das últimas colocações da tabela e de espantar de vez o fantasma do rebaixamento, ele encheu o torcedor de esperanças com uma série de vitórias que colocaram o Peixe na briga direta por uma vaga na fase inicial da Libertadores. Tudo ia, portanto, muito bem, até que um erro juvenil cometido pela diretoria eliminou a equipe da edição deste ano do principal torneio continental e o treinador resolveu criticar abertamente seus patrões.

Embora repleto de razão, tal fato criou um clima muito ruim entre ele e o presidente do clube, que só não o demitiu para não tumultuar ainda mais o ambiente. Para piorar as coisas para o seu lado, o Peixe perdeu as quatro últimas partidas do Brasileirão, despencou para o 10º lugar na classificação geral e, agora, uma vaga na Libertadores de 2019 só virá via um enorme milagre. Ou seja: o técnico começará o ano que vem desempregado, é certo.

Luiz Felipe Scolari (Palmeiras) – De todos, é o único que tem 99,99% de chances de não passar o Natal e o Réveillon desempregado. Afinal, a menos que uma incrível queda de rendimento da equipe se dê nas três últimas rodadas do Brasileirão, as chances de o Verdão levantar a taça de campeão brasileiro dentro de algumas rodadas (ou até mesmo na próxima) são gigantescas. Na verdade, a única maneira deste treinador ser demitido é se o campeão brasileiro de 2018 for o Flamengo/RJ ou o Internacional/RS, e ainda assim são pouquíssimos os que apostam que ambas as situações possam acontecer.

CURTINHAS

Festa adiada. Ou não. – O Palmeiras surpreendentemente jogou mal diante do Paraná Clube/PR neste domingo e não passou de um empate por 1 a 1 com a já rebaixada equipe paranaense. Mesmo assim, sua situação permanece bastante tranquila em relação à conquista do título, pois se somar mais cinco dos nove pontos que ainda tem pela frente (ou seja: uma vitória e dois empates) chegara aos 76 e não será alcançado nem por Flamengo/RJ (que só poderá chegar aos 75) e nem por Internacional/RS (que, no máximo, somará 74). E mais: se na próxima rodada vencer o América/MG em sua arena e Grêmio/RS e Atlético/MG não perderem para seus dois mais diretos adversários, a festa será verde e branca já nesta quarta-feira.

Força, Macaca! – O que ninguém esperava, aconteceu: no sábado, o CSA/AL perdeu em pleno Estádio Rei Pelé para o Avaí/SC por 1 a 0, resultado que adiou em uma rodada o possível retorno da equipe alagoana à elite do futebol nacional. Mas quem mais pode se complicar com isso é a Ponte Preta que, agora, terá de vencer a equipe catarinense na última rodada se quiser carimbar sua volta à Série A do Brasileirão em 2019. O time comandando por Gílson Kleina pode conseguir o acesos até mesmo com um empate mas, para tanto, terá de torcer por uma derrota do CSA/AL para o já rebaixado Juventude/RS, em Caxias do Sul/RS. Vale lembrar que Fortaleza/CE e Goiás/GO já garantiram presença entre os maiores clubes do País no ano que vem.

Já na outra ponta… – Do lado de baixo da tabela da Série B, três equipes já sabem que disputarão a Terceirona no ano que vem: Boa Esporte/MG, Juventude/RS e Sampaio Corrêa/MA (este o atual campeão da Copa do Nordeste). A última vaga está entre Paysandu/PA, Criciúma/SC e Oeste/SP, mas como o clube paraense é o único que não depende apenas de suas forças…

Você sabia? – O Brasil venceu o Uruguai por 1 a 0 (gol de Neymar, de pênalti), na última terça-feira, em amistoso disputado em Londres/ING. Agora, a Seleção Brasileira Camarões nesta terça-feira, 20.11, em Milton Keynes/ING. Estou contando tudo isso porque tenho certeza de que, assim como eu, você não está dando a mínima para o time do Tite.

 

* Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 30 anos. Começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde esteve por 12 anos. Passou, também, pelas assessorias de Imprensa da SE Palmeiras e do SAFESP, além de outros órgãos. Há 12 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 400 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contato com o colunista pelo e-mail apresentador@marciotrevisan.com.br

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Quem é que fica? Quem é que sai?"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *