Quanto pesa uma camisa?

963 0
Márcio Trevisan

* Márcio Trevisan – Caro torcedor, me responda com sinceridade: em sua opinião, camisa ganha jogo? Quando acontecem partidas envolvendo grandes e pequenas equipes, as chances de vitórias são maiores àquelas do que a estas? A história de um time pode lhe ser um dos artifícios que lhe permitam se impor a um adversário menos glorioso?

Se você pertence ao grupo dos que responderam “sim” às perguntas acima, lamento informar que, pelo menos nesta semana, nenhuma de suas convicções poderá ser comprovada. É que por mais que Palmeiras e Santos tenham um brilhante passado, ele em nada influenciará no presente de cada um deles. E o motivo é simples: seus oponentes nas duas próximas terças e quartas-feiras são tão grandes quanto – ou até mesmo maiores –, tanto em nível nacional como continental.

Dentro dos respectivos países, a comparação chega a ser até vexatória: o Boca Juniors/ARG tem nada menos do que 48 conquistas nacionais, enquanto o River soma 49 (ou seja: 97 ao todo). Já Palmeiras e Santos somam, juntos ,somente 23 (14 do alviverde e nove do alvinegro praiano).

E por mais que os corações brazucas relutem em aceitar, o fato é que os “gallinas” e o time de Maradona têm um retrospecto também bastante superior ao dos dois brasileiros em termos de Libertadores, no caso a competição a cuja final os quatro clubes sonham em chegar. Os maiores clubes argentinos têm, juntos, nada menos do que 10 títulos (seis do time de La Bombonera e quatro do RP), enquanto palmeirense e santistas, somando-se, atingem apenas quatro conquistas, com o alviverde tendo levantado a taça uma única vez.

Se a disputa se estender à presença em finais, o banho que levamos dos “hermanos” é também indiscutível: enquanto a dupla portenha esteve presente em 17 decisões (10 com o Boca e 7 com o River), Peixe e Verdão, juntos, disputaram o título apenas oito vezes.

Mas tais números podem, por mais paradoxal que pareça, ser benéficos aos representantes brasileiros nesta edição do principal torneio sul-americano. Se levarmos em conta todas as informações acima, fica claro que a decisão desta edição tem tudo para reunir os dois clubes argentinos – mas isso só se camisa, de fato, ganhar jogo.

Torçamos, pois, para que tal máxima não seja verdade e que no próximo dia 30 o Maracanã seja palco de uma grande e inesquecível final verde e amarela.

* Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 32 anos. Começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde atuou por 12 anos. Passou, também, pelas assessorias de Imprensa da SE Palmeiras e do SAFESP, além de outros órgãos. Há 14 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 450 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contatos diretos com o colunista podem ser feitos pelo endereço eletrônico.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 16265886_1386187048120367_3685807754042919719_n-1.jpg
Márcio Trevisan

* Márcio Trevisan é jornalista esportivo há 32 anos. Começou no extinto jornal A Gazeta Esportiva, onde atuou por 12 anos. Passou, também, pelas assessorias de Imprensa da SE Palmeiras e do SAFESP, além de outros órgãos. Há 14 anos iniciou suas atividades como Apresentador, Mestre de Cerimônias e Celebrante, tendo mais de 450 eventos em seu currículo. Hoje, mantém os sites www.senhorpalmeiras.com.br e www.marciotrevisan.com.br. Contatos diretos com o colunista podem ser feitos pelo endereço eletrônico.

Total 5 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Quanto pesa uma camisa?"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *