Prefeitura fecha acesso à antiga Fábrica de Sal para segurança dos moradores

502 0

Da Redação – A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires informa que, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil Municipal, realizou a interdição da antiga Fábrica de Sal com a finalidade de assegurar a segurança dos munícipes e garantir a preservação do patrimônio público.

Segundo relatório fotográfico realizado no início do ano, o Engenheiro José Eduardo Ferraz do Amaral relatou que, devido “a decadência e abandono em que os prédios se encontram, com a deterioração das paredes de alvenaria, corrosão das ferragens, apodrecimento do madeiramento e estruturas de concreto corroídas” pode oferecer riscos à comunidade que frequente o espaço.

O CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) em conjunto com UPPH (Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico) do Estado de São Paulo iniciou em fevereiro deste ano “o processo de reconhecimento da chamada Fábrica de Sal como Patrimônio Cultural do Estado de São Paulo. O estudo de tombamento está em processo.

O Parecer Técnico nº 17.505-301-38/43, do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, realizado em 2009 afirma que “a contaminação das paredes pelo cloreto de sódio é elevada, mas pelas razões expostas e pelo fato de ter-se encontrado o edifício submetido a ação intensa das águas de chuvas, visando a prevenção do mesmo é razoavel a proposição da elaboração de um projeto de recuperação do edifício”.

Nota da Prefeitura – “Diante dessa condição, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil Municipal, a Prefeitura optou por interditar o local para impedir manifestações e vandalismo no prédio da antiga Fábrica de Sal e evitar acidentes no espaço interno da edificação. No local, recentemente movimentos sociais ocupavam o prédio com programação cultural aberta ao público, com a realização de brincadeiras, apresentações musicais, artísticas e confraternizações. Desde o início do mês de abril, a Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia (SEIT) do município está utilizando o terreno – onde também há uma escola municipal – para a gestão dos veículos escolares. Antes os veículos eram guardados no Complexo Cultural Ayrton Senna, mas devido às obras do Teleférico os veículos necessitavam de outro local para permanecerem guardados durante a noite e nos finais de semana. A Prefeitura informa que o espaço permanecerá fechado, enquanto aguarda decisão do CONDEPHAAT sobre o possível tombamento.”

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Prefeitura fecha acesso à antiga Fábrica de Sal para segurança dos moradores"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *