Poupatempo SBC recebe farmácia de medicamentos de alto custo

1217 4

Projeto piloto do Estado de São Paulo visa garantir rapidez e conforto aos pacientes

Crédito-foto: Ricardo Cassin (PMSBC)

Da Redação – Em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde e a Prefeitura de São Bernardo do Campo, o Poupatempo abre ao público nesta terça-feira, dia 21, um novo espaço dedicado à distribuição de medicamentos especializados. O equipamento foi inaugurado nesta segunda-feira.

A agenda oficial de inauguração foi realizada nas dependências do Poupatempo, no local em que funcionará a Farmácia, e contou com a presença do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, do secretário Estadual de Saúde, Dr. José Henrique Germann Ferreira, do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, da deputada estadual e primeira-dama, Carla Morando, e do secretário municipal de Saúde, Dr. Geraldo Reple.

“Quando assumimos a Administração fui até a Farmácia de Alto Custo do Mário Covas. Queríamos saber como os nossos pacientes estavam sendo atendidos e me deparei com uma enorme fila de espera. Apresentamos uma proposta ao governador João Doria para descentralizar a unidade e melhorar o atendimento. O que estamos entregando hoje, além de promessa cumprida, é uma verdadeira vitória para os usuários”, explicou o prefeito.

O projeto piloto da Farmácia de Medicamentos Especializados no Poupatempo São Bernardo faz parte do plano do Governo do Estado para descentralizar a distribuição de remédios especializados na região do ABC, hoje realizada apenas no Hospital Mario Covas, em Santo André.

“Há mais de 20 anos o programa Poupatempo é reconhecido pela qualidade no atendimento voltado à emissão de documentos e será a primeira experiência em outra área”, explica Ernesto Mascelani Neto, Superintendente da Prodesp. “A inovação na área de saúde irá beneficiar de 600 a 700 cidadãos por dia, num total de 12 a 15 mil por mês”, acrescenta. O número representa cerca de 35% do público da região do ABC atendida hoje na farmácia do Hospital Mario Covas.

O controle das operações da farmácia continuará a ser de responsabilidade da Secretaria Estadual da Saúde, mas a operacionalização ficará a cargo da Prefeitura, para facilitar a distribuição e o acesso dos usuários ao serviço.

O fornecimento de medicamentos está vinculado ao cumprimento de critérios dos protocolos clínicos de cada doença, definidos pelo Ministério da Saúde. Para ter acesso é necessário apresentar documentos e exames específicos para cada situação. A cada 90 dias o usuário deve renovar a solicitação.

O Poupatempo São Bernardo do Campo é a 2ª maior unidade do Programa de serviços públicos, atrás apenas de Itaquera, com 6,3 mil atendimentos por dia e 143,4 mil por mês. Este ano, de janeiro a abril, o posto atendeu 573,6 mil cidadãos. Desde a inauguração, em junho de 2001, foram mais de 52,1 milhões de atendimentos. Na última pesquisa de satisfação dos usuários, a unidade obteve 100% de avaliação positiva (ótimo e bom).

O Poupatempo São Bernardo funciona na Rua Nicolau Filizola, 100, Centro, e atende de 2ª à 6ª, das 7h às 19h e aos sábados das 7h às 13h.

Operacional

Em uma estrutura de 145 m², divididos em oito guichês, a FME irá distribuir 170 tipos de medicamentos (incluindo as fórmulas alimentares), indicados para 85 tipos de doenças, entre elas: Imunossupressores em Transplantes, Esquizofrenia, Parkinsion, Esclerose Múltipla, entre outras.

O Estado investiu R$ 150 mil para a implantação do serviço e mensalmente irá enviar R$ 64 mil para a manutenção do equipamento e pagamento dos funcionários. Ao todo, são 18 auxiliares de farmácia, dois farmacêuticos, um oficial administrativo e um coordenador.

A compra dos medicamentos que serão entregues na unidade do Poupatempo é de responsabilidade do Estado. Cabe ao município apenas a distribuição das doses.  O secretário Estadual de Saúde também salientou que o Estado busca maneiras para normalizar a falta de medicamentos.

“Estamos regularizando a compra dos medicamentos e até o final de junho, iremos normalizar a entrega das doses que são adquiridos pelo Estado. Além disso, estamos trabalhamos em parceria com o Ministério, para solucionar o problema como um todo”, salientou Dr. Germann.

Programa Poupatempo

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado, executado pela Prodesp. Iniciado em 1997, conta atualmente com 72 unidades fixas, em todas as regiões administrativas do Estado, além de um posto móvel que atende a áreas do entorno da Grande São Paulo.

Em pesquisa de satisfação com os usuários divulgada no último mês de março, o Poupatempo obteve 98,8% de aprovação. Em 2019, o programa foi eleito pelo quinto ano consecutivo o ‘Melhor Serviço Público de São Paulo’ pelo Instituto Datafolha.

Total 1 Votes
1

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

4 Comentários on "Poupatempo SBC recebe farmácia de medicamentos de alto custo"

  1. Maria

    Gostaria de saber porque ligo aí ninguém atende e falta de gente para trabalhar ou fatal de competência a ser humano ..

    • CliqueABC

      Olá Maria, tudo bem? Muito prazer. Eu sou o jornalista responsável pelo site, e como temos uma equipe enxuta, por vezes temos matérias por fazer, na redação e até mesmo reportagens externas. Ma se quiser falar, pode ligar que estamos hoje em produção de matérias na redação. Durante a semana, como acompanhamos as sessões das sete Câmaras, assim como as pautas de outras sete prefeituras e demais órgãos públicos, muitas vezes o e-mail ou mesmo uma mensagem no whatsapp é de rápida visualização. Talvez você não tenha o meu zap, mas se me responder a mensagem, terei o maior em te responder rapidamente para você não ser tão … ofensiva… Saiba que apesar de suas aleivosias eu terei o maior prazer em atendê-la. Ah, saiba também que por aqui pode faltar tudo menos competência e uma boa dose de Educação. Se ainda quiser falar, estaremos à disposição.

    • Claudia Maria Castro Veloso

      Bom dia, tudo bem? Me deram um número de telefone da farmácia do Poupatempo, mas infelizmente não consigo falar com ninguém para saber se a minha medicação chegou. Fica muito difícil ir toda semana lá, pois estou sentindo muitas dores. Em relação ao atendimento dos funcionários, não tenho o que reclamar. Só acho que nessa questão de informação por telefone é o que fica a desejar. Desde já muito obrigado.

  2. Priscila de Lima carvalho

    Boa tarde eu queria saber se o leite que minha bebê toma chegou porque eu ligo e só dá ocupado e ela tá sem o leite e eu não tenho condições de compra já fui aí e não tinha chegado

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *