Polícia Civil prende cinco e liberta comerciante sequestrada

1017 0

Da Redação – Após quatro dias de investigações, a Polícia Civil prendeu uma quadrilha acusada de sequestrar uma comerciante no sábado (7), em Mauá, na Grande São Paulo. A vítima foi libertada ilesa, sem pagamento de resgate, e cinco pessoas foram detidas em flagrante nesta quarta-feira (11).

Policiais da Delegacia de Mauá começaram a investigar o sequestro da vítima, de 28 anos, quando o namorado dela registrava a ocorrência e recebeu ligação de um dos sequestradores exigindo o resgate. A equipe conseguiu autorização de quebra de sigilo telefônico e passou a rastrear a conversa dos suspeitos.

A partir do monitoramento, os policiais descobriram que na tarde de ontem (11) um dos envolvidos – metalúrgico de 49 – iria para Cidade Tiradentes, na zona leste da Capital. Os investigadores foram à região e localizaram o suspeito, que confirmou participação no crime e indicou o cativeiro.

No local mencionado, um apartamento no Jardim Marilu, também na zona Leste, os policiais localizaram e libertaram a vítima, que era vigiada por uma mulher de 23 anos. A suspeita foi presa e informou que o dono do apartamento era um dos responsáveis pelas negociações do sequestro.

Após diligências, a equipe da Polícia Civil encontrou o dono do imóvel em outro apartamento, de outro bloco, no mesmo condomínio. O homem, que estava escondido, também foi detido pelos investigadores.

Mentores e executores do sequestro – Após levantarem informações com os suspeitos presos, os policiais descobriram que um desempregado, de 23 anos, conhecido como “Baianinho”, era um dos criminosos que haviam abordado e sequestrado a vítima. A equipe soube, ainda, que o homem estava escondido em sua casa.

Ao chegarem à residência, os policiais procuraram pelo desempregado, que abriu a porta apontando uma arma em direção aos investigadores. Quando o criminoso tentou atirar, um dos policiais reagiu e baleou o suspeito. O homem foi socorrido ao Hospital Municipal de Cidade Tiradentes, onde morreu.

Na delegacia, a primeira presa confessou que a mentora do crime era a ex-mulher do atual companheiro da mãe da vítima. Então, a equipe foi até a residência da acusada, que tem 39 anos e morava em Diadema, na Grande São Paulo, onde a deteve com seu atual companheiro, comerciante de 21.

Com a quadrilha foram apreendidos quatro celulares utilizados na negociação do sequestro. Também foram recolhidos dois carros – Meriva preto e Corsa vermelho – encontrados com o bando.

O revólver de calibre 38 de “Baianinho” e a arma do policial que atirou foram apreendidos para perícia do Instituto de Criminalística (IC).

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Mauá como extorsão mediante sequestro, tortura, associação criminosa, localização/apreensão de objeto e veículo e morte decorrente de intervenção policial.

Os homens detidos foram encaminhados a Cadeia Pública de Santo André e serão transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mauá. As mulheres presas foram levadas à carceragem do 1º Distrito Policial da cidade.

O caso  – A vítima saía da casa de seu namorado, com suas duas filhas, quando os criminosos chegaram em um veículo Fiat/Palio e abordaram a mulher. Os sequestradores – um homem e uma mulher – estavam armados e obrigaram a comerciante a entrar no carro, fugindo em seguida. Os criminosos não levaram nada e mandaram o namorado da vítima – de 26 anos – correr com as filhas da comerciante. Em seguida, o homem registrou o boletim de ocorrência do crime no 1º DP de Mauá.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Polícia Civil prende cinco e liberta comerciante sequestrada"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *