Philips lança solução que detecta precocemente alterações clínicas graves

265 0

Intellivue Guardian monitora os sinais vitais em tempo real e antecipa em até 8 horas eventos adversos como a parada cardiorrespiratória

Da Redação – O monitoramento manual de pacientes internados, em que o técnico de enfermagem precisa se deslocar até o leito para medir temperatura, saturação ou aferir a pressão e depois disso, digitar os dados no prontuário do paciente em um computador é coisa do passado. Com o uso da inteligência artificial, já é possível realizar o monitoramento do enfermo em tempo real antecipando assim, possíveis complicações no quadro clínico.

Com o objetivo de proporcionar maior rapidez e assertividade no diagnóstico de pacientes internados, a Philips acaba de apresentar ao mercado brasileiro, o Intellivue Guardian – sistema inteligente de auto interpretação e feedback em tempo real de sinais vitais, dedicado à área de cuidados gerais dos hospitais, a enfermaria.

Com a solução conectada aos monitores de sinais vitais e ao sistema do hospital, os profissionais da saúde passam a ter acesso aos dados do paciente online, por meio de conexão wi-fi e, em caso de intercorrências ou alterações vitais, são avisados de imediato por um pop-up que traz na mensagem a conduta adequada a ser adotada com aquele paciente, de acordo com o protocolo da unidade de saúde. Além disso, esta comunicação também é feita em real time ao responsável pela ala hospitalar via telefone celular.

Atualmente, cerca de 66% dos pacientes com parada cardíaca demonstram sinais anormais até 6 horas antes de um evento adverso, porém, os médicos são avisados apenas 1 hora e meia antes da intercorrência. Outro dado relevante é que 35% dos pacientes em risco que recebem alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) morrem na ala de cuidados gerais. Além disso, 63% das mortes evitáveis acontecem devido a falta de socorro em tempo adequado, revela pesquisa global da Philips.

“A enfermaria é um dos setores do hospital com maior índice de mortalidade, de desperdício de dinheiro e de complicações clínicas não acionáveis. Com a automação da interpretação dos dados, além de combater possíveis erros gerados pela transcrição manual, é possível otimizar tempo e recursos e ainda, aumentar consideravelmente o tempo de tomada de decisão dos médicos em relação ao quadro clínico do paciente”, explica Acauã Lattouf, gerente de negócios e marketing de Philips Latam.

Além de realizar o monitoramento dos sinais vitais em menos de 15 segundos, a solução permite que os profissionais de saúde tomem decisões de 6 a 8 horas mais cedo, evitando assim, situações críticas que podem levar o paciente a óbito como a parada cardíaca ou cardiorrespiratória.

De acordo com Acauã, o sistema de saúde vivencia, cada vez mais, uma pressão orçamentária e ainda assim, precisa prover saúde com qualidade para uma ampla parcela da população. “Por isso, é preciso usar a tecnologia a nosso favor para a atenção ao paciente seja ainda mais eficaz”, complementa.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Philips lança solução que detecta precocemente alterações clínicas graves"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *