Osasco São Cristóvão Saúde reduz a média de idade do time

79 0

Técnico Luizomar montou um elenco que mescla atletas consagradas com jovens talentos como Tainara e Mayany; nova contratada, a ponteira Ana Medina, tem apenas 20 anos

Da Redação – O time do Osasco São Cristóvão Saúde montado para a temporada 2020/21 não está apenas renovado. Está remoçado. A média de idade do atual elenco é de 25,8 anos, contra 27,5 se o grupo anterior tivesse sido mantido. Levando-se em conta apenas as atletas que chegaram, esse número cai para 24,6.

Entre as 16 jogadoras atuais, nove têm 25 anos ou menos. “Osasco sempre teve um DNA formador. Nomes como Tandara, Natália, Camila Brait, Jaque, Dani Lins, entre tantas outras, se desenvolveram aqui no início de suas carreiras. Agora, temos a oportunidade de mesclar juventude e experiência nessa equipe que, tenho certeza, vai trazer muitas alegrias para o nosso torcedor”, declara o técnico Luizomar.

Comprovando esse DNA formador, Osasco agregou mais uma jovem atleta ao elenco. A ponteira Ana Medina tem 20 anos e 1,82 metro de altura. Formada no ADC Bradesco, em Osasco, já defendeu as seleções de base do Brasil. Ela é a quarta atleta sub-21 do clube, que conta com Tainara e Karine, ambas com 20 anos, e Karyna, com 21.

“Nossas jogadoras mais jovens têm grande potencial e vontade de evoluir. Tenho certeza que todas seguirão aproveitando a oportunidade de vestir uma camisa pesada como a nossa e estar ao lado de nomes consagrados do esporte, como Tandara, Jaque, Camila Brait, Bia e Roberta”, completa o treinador, habituado a desenvolver talentos não só em Osasco, mas também nas seleções brasileiras de categorias menores, por quem conquistou o tricampeonato mundial.

Além da recém chegada Ana Medina, de Tainara, Karine e Karyna, a “jovem guarda” do Osasco São Cristóvão Saúde tem Naiane (25 anos), Amanda (22), Kika (24), Mayany (23) e Gabi Cândido (24). Na categoria sub-30 estão Sonaly (27), Roberta (30) e Bia (28). Entre as mais experientes aparecem Camila Brait (31), Tandara (31), Camila Paracatu (32) e Jaque (36). “Considero essa união de gerações muito importante. Temos verdadeiros ícones da modalidade jogando em altíssimo nível e meninas que estão buscando seu espaço. Juntas, elas têm tudo para jogar um grande voleibol e conquistar títulos”, garante Luizomar.

Em busca do título – Após derrotar o São Paulo/Barueri e garantir a vice-liderança do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei 2020, Osasco São Cristóvão Saúde se prepara para a semifinal. A série melhor de duas partidas será contra o mesmo adversário e o primeiro confronto está marcado para sábado (10), às 19h, novamente em Barueri. O segundo jogo do playoff será na terça-feira (13), às 18h45, no José Liberatti. O outro finalista sairá do duelo entre Sesi Bauru e Pinheiros.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Osasco São Cristóvão Saúde reduz a média de idade do time"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *