Os equívocos do governador João Doria sobre a Polícia Civil de São Paulo

187 1

O governador de São Paulo, João Doria, demonstrou não ter pleno conhecimento da Polícia Civil do Estado que governa e apresentou informações equivocadas à população de São Paulo, durante entrevista à Globo News nesta quarta-feira (02/10).

Quem assistiu à entrevista ficou com a impressão de que tudo vai bem na instituição: sete mil policiais estariam em formação com armamento de última geração na academia de polícia. Mas a realidade é bem diferente.

Ao jornalista que o entrevistava, ele afirmou que os policiais civis receberam “as melhores armas do mundo”, compradas por um terço do preço em um leilão internacional. Mas é preciso deixar claro que os equipamentos só foram entregues à Polícia Militar. Os policiais civis continuam trabalhando com armas que colocam em xeque a segurança de quem as carrega, pois algumas apresentam defeitos de fabricação que geram disparos acidentais, além de cerca de 40% dos policiais não terem coletes balísticos.

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado de São Paulo esclarece que, ao contrário do que afirmou Doria, não existem sete mil profissionais da instituição em formação na Academia de Polícia Civil de São Paulo, a Acadepol.

Neste ano, começaram a formação menos de 400 aprovados no concurso para a Polícia Técnico-Científica e Civil. O número está muito aquém do mencionado pelo governador e desejado pelo SINDPESP, que vem lutando há anos para recompor os quadros da Polícia Civil, que amargam um deficit de quase 34% do efetivo.

É equivocada também a informação dita pelo governador durante a entrevista de que a investigação e a prevenção dos crimes cabem à Polícia Técnico-Científica. A Polícia Civil é a instituição que tem a atribuição constitucional de investigar crimes. A Polícia Técnico-Científica, cujas atribuições não estão descritas na Constituição Federal, auxilia produzindo laudos e analisando evidências que são anexadas ao inquérito conduzido pela Polícia Judiciária.

Daniel Toledo é Especialista em segurança pública – formado em direito pela UNI-A, pós graduando em direito Penal e processual penal aplicado pela EPD, formado em Gestão em Segurança Pública, em Crimes Ambientais, e, Crimes de Transito pela SENASP, formação policial pela Escola Superior de Soldados da PMESP, formado e instrutor pela Academia de Polícia Civil de SP,  especialização em Balística Forense pela FUABC, especialização em Mediação e Arbitragem pela FMU, membro da Comissão de Segurança Pública e da Comissão de Direito Civil ambas da 38 OAB/SP, Diretor e instrutor de Armamento e Tiro do Magazine da Arma, comentarista de segurança da TV + ABC.

Total 2 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Os equívocos do governador João Doria sobre a Polícia Civil de São Paulo"

  1. JULIANA AIRES RODRIGUES

    Parabéns pela matéria! Acredito que grande parte da população é informada equivocadamente sobre o que realmente acontece! Belo trabalho

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *