Orlando Morando denuncia estado de abandono no Complexo Aquático do Baetão

1117 0

Da Redação – Em vistoria realizada, na manhã dessa sexta-feira (13/01), o prefeito Orlando Morando, acompanhado do secretário de Esportes e Lazer, Alex Mognon, encontrou as piscinas e as dependências do Complexo Esportivo Prefeito Geral do Faria Rodrigues (Baetão) abandonadas. “Antes eu tinha a sensação que a cidade estava abandonada. Agora, cada espaço público que vistamos, tenho a convicção dessa realidade”, reforçou Orlando Morando.

Responsável por atender mais de 2.500 moradores, o Parque Aquático Marcos Martins R. Magdalena possui duas piscinas aquecidas, uma semiolímpica e outra destinada para hidroginásticas, usada para tratamentos médicos e por idosos. Porém, desde 2014, quando as obras foram iniciadas, elas seguem completamente abandonadas. Da mesma maneira, se encontra a casa de bombas, responsável pelo aquecimento das piscinas.

Com o intuito de retomar as atividades do complexo, a Prefeitura irá abrir licitação para retomar as obras ainda este ano. “A cidade tem estrutura para atender a população. O que falta é colocar os equipamentos para funcionar e recomeçar as obras. Para isso, vamos iniciar essa obra ainda este ano”, concluiu Orlando Morando.

Centro Recreativo Esportivo Octávio Edgard de Oliveira – Outro equipamento voltado para o esporte, que se encontra na mesma situação, é a piscina do Centro Recreativo Esportivo Octávio Edgard de Oliveira, na Vila Marlene.

Desativada, em 2015, o Centro tinha cerca de 1.000 pessoas cadastradas. Por falta de manutenção no tratamento da água, a piscina foi esvaziada por completo. O procedimento ilegal causou trincas e rachaduras.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Orlando Morando denuncia estado de abandono no Complexo Aquático do Baetão"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *