Home Fóruns Palavra de Internauta O palhaço malandro

O palhaço malandro

Palavra de Internauta

Mestre

Aproveitando-se de pessoas que se sentem confusas ou alienadas durante os períodos de transição, desta vez o palhaço malandro se apresenta como personagem político, insinuando que “ele pode” e o oitavo mandamento (não furtarás) que se dane. Mas mesmo assim, o palhaço malandro vai à igreja com suas palhaçadas a pedir votos.

E por falar em mandamentos, o quinto foi também totalmente desrespeitado pelo palhaço malandro, considerando que, politicamente, honrar pai e mãe numa cidade significa honrar todos os pais e mães. Quem matricularia seus filhos numa escola construída ao lado de um posto de gasolina? Ou que pai e mãe merecem uma dívida de R$ 267 milhões deixados como honraria?

O nono mandamento então… Este o palhaço malandro o escracha, demonstrando uma habilidade incomum em levantar falso testemunho contra o próximo. E mais, xenofóbico, ele age de maneira preconceituosa e racista, digno de ser encarcerado conforme legislação vigente.

Um palhaço malandro na política é um perigo à sociedade e ao processo democrático. A punição serve para corrigir erros cometidos contra os outros ou contra a sociedade, esperando que aquele que é punido não cometa mais erros. Assim, “ele pode”, mas porque ainda não foi punido, portanto cometerá os mesmos erros.

Quanto aos demais mandamentos eu não posso julgar nem falar nada. Posso sim falar da dificuldade de todos nós em cumprir e praticar um único mandamento: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”.

Horácio Almeida Pires (São Caetano)

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.