Home Fóruns Fala, Cidadão Cidade de São Paulo tem o Carnaval mais desorganizado do Brasil

Cidade de São Paulo tem o Carnaval mais desorganizado do Brasil

Fala, Cidadão

Mestre
Assim como os 300 blocos que formam o Fórum Aberto de Blocos de Rua de São Paulo e que destinaram uma carta aberta à Secretaria Municipal da Cultura, onde reprovam a forma como vem sendo conduzida a organização da festa de rua, o Bloco Berço Elétrico, previsto para acontecer neste sábado, 22/02, às 10h, na Praça Horácio Sabino, em Pinheiros, também repudia a ação dos organizadores e manifesta sua indignação.

A menos de 48 horas da realização do evento, o Bloco Berço Elétrico acaba de ser informado sobre a possibilidade de ter suas atividades CANCELADAS pela Prefeitura de São Paulo. O motivo é uma ação civil pública impetrada pela associação de moradores Amigos do Jardim das Bandeiras, região onde está localizada a praça em questão, contra a apresentação do bloco no local.

O fato é que a Prefeitura de São Paulo, especificamente o prefeito Bruno Covas e o Secretário Municipal de Cultura, Alexandre Youssef – autoridades máximas do Carnaval de São Paulo -, mesmo tendo sido notificada em 6 de fevereiro, portanto, há 15 dias, SOMENTE HOJE, 20 de fevereiro, a menos de 48 horas do evento, informou os organizadores do bloco Berço Elétrico sobre esta possibilidade.

Mais vergonhoso que isso é que, até o momento, a Prefeitura NÃO fez qualquer declaração oficial sobre o possível cancelamento da apresentação do bloco, porque quer aguardar a sua publicação oficial no Diário Oficial do Município. Atitude que demonstra, sobretudo, total desrespeito aos cidadãos que querem participar do dito “maior Carnaval do Brasil” e, sobretudo, aos foliões do Berço Elétrico, prioritariamente pais com bebês e crianças de colo.

Enquanto isso, a organização do Berço Elétrico entrou em contato com a associação dos moradores para tentar reverter a situação, mas sem sucesso, já que a alegação é a de que a ação civil pública já era do conhecimento dos órgãos públicos. Tal ocorrência torna a organização do Carnaval de São Paulo ainda mais lamentável!

O Bloco Berço Elétrico foi aprovado pela Prefeitura através da Comissão de Carnaval, regida pelo Decreto do Carnaval de Rua n° 58.857 de 17 de julho de 2019 e que envolve representantes da Secretaria de Cultura, Secretaria Municipal de Turismo, Secretaria Municipal das Sub Prefeituras, Secretaria Municipal da Saúde, Secretaria Municipal de Segurança Urbana, Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, Gabinete do Prefeito, Secretaria municipal de direitos Humanos e cidadania, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Polícia Militar, e teve sua autorização divulgada em Diário Oficial no dia 11/01. O Bloco fez todos os procedimentos de autorização conforme determina a legislação.

Em respeito aos nossos foliões e para evitar maiores transtornos mediante uma ação judicial, que prejudique a realização do bloco, solicitamos que as pessoas interessadas no Bloco Berço Elétrico aguardem a manifestação da Prefeitura, no decorrer desta sexta-feira, confirmando ou não a realização do bloco dia 22/02, às, 10h, na Praça Horácio Sabino, em Pinheiros.

Lembramos que o bloco Berço Elétrico — que até o momento fez um investimento alto para a produção do bloco e mobilizou mais de 70 profissionais diretos para fazer o evento acontecer — leva a sério a entrega de um evento bem planejado, com segurança e conforto para seus foliões, e pensou em cada detalhe para atender as crianças e suas famílias, com a preocupação de pais que têm filhos, e que jamais colocariam em risco qualquer folião.

Direção do Bloco Berço Elétrico – Carnaval de São Paulo
(11) 97277-3827

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.