Home Fóruns Palavra de Internauta Campo de guerra

Campo de guerra

Palavra de Internauta

 
Mestre
  • Amadeu Garrido de Paula

 

Irmãos brasileiros, imaginem o campo de batalha

que as ondas de violência querem abrir

como um sulco da morte em nossos seres;

não faltam armas, ódios e mercenários à espreita

para integrar as milícias e fazer de nossas belas cidades

os montes de entulhos cinzas que fizeram da verde Damasco.

Veremos jovens de bochechas vermelhas que  empalidecem

tombados por balas no asfalto, com seu último olhar de pavor perplexo,

os braços decepados, as mãos lançadas longe, pequenas vidas,

que não frutificaram em sua terra de guerra da insensatez.

Os hospitais improvisados de onde se ouvirão gritos lancinantes

todos os amanheceres serão cinzentos e estarão tristes.

As mães brasileiras chorarão com seus filhos nos braços

o morticínio dos intolerantes não será barrado

por padres, homens sensatos e advogados.

Nada conterá o furor o ódio o sangue que querem derramar;

isto é apenas um quadro espectral que não resume

as atrocidades que nosso País verá por todas as ruas e cantos.

O amor se torna ódio, e todos nos amávamos,

antes da guerra civil.

 

Amadeu Garrido de Paulaé Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.