Operação Tersus-Sorocaba: Esther Rodrigues tem liberdade decretada

671 1

Da Redação – Os desembargadores da 13ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo determinaram, na última quinta-feira (21/3) a soltura da estudante Esther Lilian Gonzalez Rodrigues, alvo de investigação da Polícia Civil de Sorocaba relacionada a suposto desvio em contrato de prestação de serviços de locação de veículos com a prefeitura de Araçariguama.

“Trata-se de uma decisão de grande relevância, pois demonstra a desnecessidade da medida extrema adotada pela autoridade judiciária de São Roque, corroborado o entendimento da defesa, no sentido de que não se fazem presentes quaisquer das hipóteses autorizadoras da segregação antecipada dos empresários”, destaca o advogado de defesa Leonardo Pantaleão.

A estudante Esther cumpria prisão temporária, juntamente com um empresário e um funcionário da prefeitura.

O outro habeas corpus foi concedido para Adalberto Dias da Silveira. Segundo a polícia, ele comandava um esquema para fraudar contratos fechados com prefeituras. Adalberto é dono da empresa Locaville, com sede na grande São Paulo, que tinha contratos no valor de mais de R$ 2 milhões com a prefeitura de Araçariguama.

Os outros dois envolvidos na operação, Luís Carlos Rodrigues, e o ex-diretor de trânsito da prefeitura de Araçariguama, Cristiano Cardoso Dias, continuam presos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Operação Tersus-Sorocaba: Esther Rodrigues tem liberdade decretada"

  1. Pingback: Pantaleão Advogados

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *