O poder do voto consciente

1396 0

* Elísio Peixoto – Em outubro do próximo ano teremos eleições para prefeito, vice-prefeito e vereador em todo País, onde quem deseja concorrer aos cargos eletivos em disputa já estão em pré-campanha.

Nos bastidores políticos o clima é de correria entre os pré-candidatos sobre as tomadas de decisões para as trocas de legendas e filiações partidárias com vistas às eleições; porém para a grande maioria da população brasileira essas movimentações não são percebidas, e muito menos interessantes de serem conhecidas.

O interesse atual de maior discussão política no Brasil é a forte indignação popular contra os altos índices de corrupção nos governos, em decorrência das péssimas gestões públicas, com raras exceções, onde o retorno da inflação, o desemprego e a redução do poder de compra da população é o tema mais discutido na vida social dos brasileiros.

Faltando um ano para as próximas eleições é importante que façamos uma reflexão sobre a importância do voto consciente para recuperarmos o nível de responsabilidade e eficiência das administrações públicas, e a qualidade da nossa política; onde o voto é uma ferramenta cidadã muito poderosa para escolhermos melhores gestores públicos, através dos candidatos a prefeitos e nossos representantes nas Câmaras Municipais, cuja responsabilidade em fiscalizar os atos dos chefes de governos e elaborarem leis em defesa dos interesses da população é de fundamental relevância.

O voto consciente é o instrumento mais eficiente que temos para afastar os maus políticos, renovando as gestões públicas e os representantes do poder legislativo que não correspondem às expectativas da população. O poder do voto consciente é tão grande que se pararmos para pensar antes de escolhermos nossos candidatos, analisando seu histórico pessoal e experiência de vida pública; sua independência profissional; e se o candidato não está com “ficha suja” com base na Lei Ficha Limpa (LC 135/2010), a qual impede que políticos condenados por órgãos colegiados disputem cargos eletivos nas próximas eleições; estaremos dando o primeiro passo para reconstrução do atual quadro político.

Além do voto consciente, a educação política é importante para o desenvolvimento da sociedade brasileira, onde é necessário que os cidadãos participem da vida pública das cidades; acompanhando o que é discutido nas sessões das Câmaras Municipais; tomando conhecimentos dos assuntos sobre a política local, regional e nacional; observando e participando das ações promovidas pelas Prefeituras; supervisionando os gastos do dinheiro público e o processo eleitoral.

No momento das eleições devemos praticar o voto consciente para que tenhamos políticos e gestores públicos mais sérios, éticos e responsáveis; lembrando que o voto não tem preço. Tem consequências!

11999860_10206710651420395_1567469576_n

 

 

 

  • Elísio Peixoto é presidente da Asascs (Associação dos Amigos de São Caetano do Sul) e dirigente do Movimento Voto Consciente São Caetano.
Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "O poder do voto consciente"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *