O gol ‘Portaria’

1678 2

O futebol do Grande ABC não tem o mesmo glamour de outras praças da Região Metropolitana e até do Interior de São Paulo, mas é igualmente apaixonante e cheio de nuances e ídolos. Caso típico do centroavante Ernesto Lance, ex-corintiano, que depois de atuar em outros times do Estado encerrou a carreira como herói no Esporte Clube Santo André.

Aliás, foi dele o gol Portaria, durante a célebre partida entre o Saad EC de São Caetano o Santo André, no finalzinho de 1981, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano.

O Ramalhão precisava vencer o time da casa para se tornar o campeão do Primeiro Turno e disputar o Título do Torneio de Acesso à Primeira Divisão do Campeonato Paulista de Futebol, contra o vencedor do segundo turno. A primeira etapa terminou com a vitória do Saad por 1 a 0.

lanceNo intervalo, o técnico Dalmo Gaspar, do Santo André, substitui o centroavante Radar (que foi ameaçado de expulsão pelo árbitro Dulcídio Vanderlei Boschillia) pelo atacante Lance, com a camisa 16. O gol de empate, que dava o título ao Rio Branco de Americana, veio logo no início do segundo tempo. O Santo André foi todo para o ataque, e conseguiu fazer o gol da vitória já nos acréscimos, aos 49 minutos, com Lance.

Missão cumprida, muita festa, alegria, e comemorações por parte dos torcedores, dirigentes, e jogadores, principalmente por Lance, que recebeu sua portaria de admissão e se tornou funcionário da Prefeitura Municipal de Santo André. Ele foi nosso colega na Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Sece).

Lance, que é formado em Administração de Empresas, Educação Física e Jornalismo, exerceu suas funções com muita assiduidade, dignidade  e competência. No final do ano o Santo André conquistou o tão sonhado acesso à Divisão de Elite do Campeonato Paulista de Futebol, derrotando o XV de Novembro de Piracicaba, numa decisão em três partidas.

Depois desse gol ‘Portaria’, que garantiu a sua nomeação como funcionário público andreense e virou ídolo na cidade. Depois de se aposentar, Lance virou um bem-sucedido comerciantes de ouro e jóias. Desejamos ao nosso querido amigo Lance uma ótima recuperação do acidente automobilístico sofrido há algum tempo.

Muita saúde e paz! Que Deus o abençoe e receba um forte abraço de todos os seus amigos.
dofundodobau2* Carlos Coquinho Bazani é natural de Santo André. Ex-servidor público da Prefeitura de Santo André, atuou como assessor político-parlamentar, e é colaborador dos veículos Jornal Informação Resumo Jovem, da Gazeta do Grande ABC, Orion FM e Cocknews, além de coordenador do Bloco O Beco do Conforto. Contato com o colunista pelo e-mail: coquinhobazani@hotmail.com

Total 5 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

2 Comentários on "O gol ‘Portaria’"

  1. Elzo Decares

    Grande Coquinho,

    Assisti a todas as partidas do Santo André descritas por você. Aliás, neste jogo contra o Saad, às onze horas da manhã, o nosso também grande amigo Guelmi Elias arremessou um radinho de pilha contra o narrador ou comentarista, mão me lembro bem, por ele ter falado alguma coisa contra o Santo André.

    E.T.: O calção que o Lance usou neste jogo, estava comigo até pouco tempo atrás.

    Um forte abraço.

  2. Mauricio Barbieri

    Célebre jogo que o Alambrado foi ao chão e os torcedores do Ramalhao que lotavam o espaço, reergueram e ficaram segurando até o Dulcidio aponta o final.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *