Natal é amor… mas amar não é todo dia?

1212 1

* Maristela Prado – Época de paz e muito amor! Porque só no Natal ficamos mais solidários, sentimentais e com uma necessidade imensa de felicitar as pessoas? Talvez porque ao longo do ano estamos atribulados com nossos projetos e sonhos que traçamos a cada fim de ano e não temos muito tempo de lembrar das pessoas que gostamos, não temos o famoso “Tempo” para parar e visitar alguém.

Mas no Natal, mesmo no meio daquela correria gostosa, encontramos tempo para ligar, enviar uma mensagem e até ir ao encontro. Ficamos mais sensíveis pela data, mas não é o Papai Noel, é Jesus. Refletimos mais, sentimos falta dos que se foram, valorizamos mais os que ainda estão com a gente, sentimos mais vontade de presentear e de estar junto.

Natal é uma data mais do que especial, pois presenteamos para celebrar o aniversariante, Jesus. É fato que hoje virou uma data mais comercial. Uma pena. Não é necessário se importar tanto com presentes, mas com o que representa. Estar com a família já é a melhor coisa.

Dar valor a quem amamos e também a quem não conhecemos, poder presentear uma criança carente com as cartinhas que pegamos no Correio é gratificante e faz um bem enorme. Precisaríamos ter mais essa compaixão, sermos pessoas melhores o ano todo. Conversar, ser gentis, sorrir, ajudar e dar atenção a quem precisa. Um dia nós também precisamos da atenção de alguém e sabemos o quanto isso fez diferença.

O que essa data pede é um olhar diferenciado pelo mundo, mais amor, mais respeito e menos orgulho. Mas não apenas nesse dia ou nessa época do ano. É preciso sempre, todos os dias, dar um pouco do seu tempo, pois há muitos pessoas que precisam de um pouco mais de atençao. Nossas crianças estão crescendo sem o tempo que necessitam de seus pais para o seu amparo. Precisam de diálago também, até para compreensão dos seus limites. Criança que tem atenção aprende o que é respeito. E precisam, mais do que tudo, de afeto e de amor.

É preciso mais amor para as relações melhorarem. O amor está fazendo falta. Não vamos deixar para pensar no bem só no Natal, pois a vida é todo dia. Só não sabemos se amanhã dará tempo de dizer eu te amo, de fazer um carinho, de abraçar aquele amigo que faz tempo que não vê, respeitar o próximo. Espalhe amor, faça o bem, comece a transformação por você. A pessoa que vai nascer a partir daí não sentirá a menor falta de quem você era até esse momento. É Natal, é hora de mudar. Não precisa esperar o novo ano para cumprir promessas que já são feitas há anos. É preciso ter a coragem de mudar. Que seja agora.

* Maristela Prado é Bacharel em Letras e revisora de textos, casada e mãe dois filhos adultos. Leia mais no blog As Letras da Vida

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Natal é amor… mas amar não é todo dia?"

  1. Valdinete Ferreira da Silva

    Maristela, vc escreve de uma forma leve, adoro… não tem como não compartilhar, para que minha família tbm possa ler.. Parabéns!!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *