Museu Catavento tem atrações desenvolvidas pelo Detran e Artesp nas férias escolares

529 0

Da Redação – Comportamentos de risco no trânsito, como viajar sem o cinto de segurança ou dirigir sob o efeito do álcool, foram transformados em atividades lúdicas para levar lições sobre a importância de seguir as normas de segurança no trânsito a crianças e adolescentes. Essas atividades, desenvolvidas pelo Detran.SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) e ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo),  poderão ser conferidas de perto pelos visitantes do Museu Catavento, no Parque D. Pedro II, no Centro de São Paulo, durante o evento  “Férias com Segurança”.

Até o dia 22 de janeiro, os “brinquedos” desenvolvidos pela ARTESP e pelo Detran.SP integrarão o acervo de mais de 250 atrações do museu.

Clube do Bem-te-vi – Voltado para as crianças, o Clube do Bem-te-vi, desenvolvido pelo Detran.SP em parceria com a PM, é uma das atrações do “Férias com Segurança”. Voltado para crianças de 6 a 11 anos, o programa tem o objetivo de compartilhar, através de palestras, vídeos e brincadeiras, os princípios básicos de segurança no trânsito.

Durante o evento, as crianças que participarem das atividades poderão tirar fotos no cenário com os personagens do Clube do Bem-te-vi e vão receber um kit com uma cartilha ilustrada, uma Carteira de Habilitação e um Talão de Multas Mirim para que multipliquem os conhecimentos adquiridos e sensibilizem as pessoas de seu convívio social para uma consciência cidadã em relação ao trânsito.

De 17 a 20 de janeiro, os policiais militares do Clube do Bem-te-vi vão ministrar aulas lúdicas de educação para o trânsito de hora em hora, das 9 às 12 e das 13 às 17h.

Simulador de Impacto – Para os adolescentes, o “Férias com Segurança” traz duas  atrações: o Simulador de Impacto e o Rodovírtua. O Simulador é utilizado desde 2015 em campanhas da ARTESP de conscientização da importância do uso do cinto de segurança. O equipamento simula uma colisão a 5 km/h – apesar da baixa velocidade a pessoa que utiliza o Simulador já tem a noção do impacto a que está sujeita quando ocorre um acidente de verdade, o que a faz dar mais valor à importância do uso do cinto de segurança. As campanhas da Agência que tiveram o Simulador como uma de suas principais ferramentas alcançaram resultados bastante positivos. Em dezembro de 2014, pesquisa realizada pela ARTESP nas rodovias paulistas apontou que 46% das pessoas não utilizavam o cinto de segurança no banco. Após as campanhas, levantamento realizado em julho do ano passado mostrou que o índice de utilização do equipamento por passageiros que viajavam no banco traseiro subiu para 65%.

Rodovírtua – O projeto Rodovírtua foi lançado no último final de semana. Com tecnologia de ponta, óculos de realidade virtual simulam situações a que o motorista fica sujeito ao adotar atitudes de risco, como andar acima do limite permitido de velocidade ou utilizar o celular enquanto está dirigindo. Os vídeos em 360º foram desenvolvidos pela ARTESP e pelo DER. Ao colocar esses óculos é possível vivenciar e experimentar os efeitos de comportamentos de risco ao volante, como a sensação de dirigir sob o efeito do álcool em uma rodovia. Como ocorre com o Simulador de Impacto, o Rodovírtua pretende alcançar diversos públicos em todo o Estado através de parcerias com concessionárias, prefeituras, escolas, universidades, empresas e shoppings, entre outras instituições. Por meio dessas parcerias, o Simulador de Impacto, por exemplo, conseguiu alcançar 60 municípios em todo o Estado, sendo que muitos deles tiveram eventos com o equipamento por mais de uma vez. Ambos os equipamentos só podem ser utilizados por maiores de 14 anos por questões de segurança.

Todos que passarem pela simulação do Rodovírtua vão receber um bafômetro descartável do Programa Direção Segura, do Detran.SP. Ele não é usado como prova de embriaguez ao volante, mas serve de alerta sobre a presença de álcool no organismo. Fabricado na França, o bafômetro descartável é formado por um tubo com um produto químico parecido com uma areia amarela e um balão plástico. Basta encaixar o tubo no local indicado e soprá-lo, inflando o balão, que em seguida deve ser esvaziado. O ar entra em contato com o produto químico, que esquenta o tubo. Se o ar tiver resquício de álcool, a ‘areia’ fica esverdeada. Se o motorista não tiver bebido, a ‘areia’ continua amarela.

Turma da Mônica – Durante as duas semanas em que realizar atividades no Catavento, a ARTESP irá distribuir 100 mil gibis da Turma da Mônica, cujo tema das historinhas é a educação no trânsito. Com o título “Viajando com Segurança”, os gibis foram produzidos a partir de uma parceria entre a Agência e a Maurício de Souza Produções. Além das historinhas, o material conta com passatempos que ensinam as crianças a ter um comportamento seguro no trânsito, passando dicas sobre como fazer corretamente a travessia da rodovia, a importância do uso do cinto de segurança, entre outras ações. O objetivo é ensinar as crianças desde cedo para que respeitem as Leis do Trânsito e se tornem motoristas e pedestres responsáveis. Os gibis das campanhas podem ser solicitados por qualquer cidadão gratuitamente através do e-mail artesp@artesp.sp.gov.br.

Serviço – Evento Férias com Segurança, de 10 a 22 de janeiro, no Museu Catavento – Palácio das Indústrias, Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/nº (Avenida Mercúrio), Parque D. Pedro II, Centro de São Paulo. Fone: 3315-0051. Horário de funcionamento: de terça a domingo das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h)

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Museu Catavento tem atrações desenvolvidas pelo Detran e Artesp nas férias escolares"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *